Igreja

Quirguistão, país da Ásia Central de maioria muçulmana, terá primeira catedral católica

A abertura coincide com o desenvolvimento da capital.

comshalom

Na nação de maioria muçulmana da Ásia Central do Quirguistão, a minúscula minoria católica está se regozijando com os planos de construir a primeira catedral do país. Há relatos de que a construção começará nos próximos meses na capital Bishkek.

A pedra fundamental foi abençoada pelo Papa Francisco durante sua visita ao vizinho Cazaquistão. Espera-se que a nova catedral seja abençoada em três anos. Há cerca de 1.500 católicos na Administração Apostólica do Quirguistão.

Para os crentes da capital, existe uma igreja localizada em um subúrbio isolado. Foi apenas no ano passado que o caminho para esta igreja foi pavimentado. É cuidado pelo padre jesuíta Pe. Damian Wojciechowski, que também é o tesoureiro da Administração.

A abertura da catedral coincide com o desenvolvimento da capital. Valerii Dil, assessor do presidente Sadir Japarov, disse:

“A construção da nova igreja também terá um significado internacional. A nossa República adere aos princípios democráticos e à liberdade de professar a própria fé. A construção da catedral é prova disso.”

Atualmente, a igreja existente em Bishkek sofre de graves restrições de espaço. No entanto, a catedral proposta terá amplo espaço para atividades culturais e espirituais. Pe. Damian disse que a Igreja sempre se envolveu em atividades de caridade nesta nação onde a corrupção e a pobreza são generalizadas. Atualmente mantém um abrigo para mães solteiras e outro para crianças e jovens deficientes.

Segundo o Administrador Apostólico, P. Anthony James Corcoran SJ, ao abençoar a pedra fundamental da futura catedral, o Santo Padre lembrou aos presentes o significado da minoria católica no Quirguistão e sua missão de ajudar os necessitados. Ele disse que os católicos e seus irmãos muçulmanos têm o objetivo de tornar o mundo um lugar melhor.

Foi em 1999 que o Papa São João Paulo II erigiu uma missão sui iuris no Quirguistão e em 2006, o Papa Bento XVI criou a Administração Apostólica. Existem três igrejas em Bishkek, Jalal-Abad e Talas. Os católicos que estão em comunidades dispersas são atendidos por padres missionários ocasionalmente. Além dos Jesuítas, a comunidade é atendida pelas Irmãs Escolares de São Francisco, Missionárias da Consolata e Missionárias da Caridade. Há também um sacerdote diocesano da Eslováquia.

>> Acompanhe a Comunidade Shalom no YouTube

Leia também | Com o tema de Nossa Senhora, menina escolhe celebrar aniversário na Igreja do Ressuscitado


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.