Formação

RCC – “Uma sorte para a Igreja e para o mundo”

comshalom

<!– /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}p.MsoBodyTextIndent, li.MsoBodyTextIndent, div.MsoBodyTextIndent {margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; text-align:justify; text-indent:36.0pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:Arial; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}p.MsoBodyTextIndent2, li.MsoBodyTextIndent2, div.MsoBodyTextIndent2 {margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; text-align:justify; text-indent:1.0cm; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–>

Como um fruto do Concílio Vaticano II, entre outrasgraças, cremos firmemente que a RCC – Renovação Carismática Católica – é umareal e forte resposta de Deus.

Em 1967, após um retiro espiritual realizado por umgrupo de catedráticos, padres e estudantes da Universidade Duquesne, naPensilvânia (EUA), nasce a Renovação Carismática Católica, um movimento leigoque logo se consolidou. Os participantes daquele encontro inicial expressavam odesejo de fazer a experiência transformadora que a Pessoa do Espírito Santopodia realizar nas pessoas. Uma experiência que mais tarde o mundo inteiro iriachamar de “Batismo no Espírito Santo”, a experiência de Pentecostes hoje. Estaé a grande novidade que o Espírito manifesta dentro da RCC: hoje podemos vivera mesma experiência que os Apóstolos tiveram no dia de Pentecostes.

Estas pessoas sentiam que a vida espiritual que Deuschamava os batizados a viverem hoje não poderia existir de forma autêntica comoresultado simplesmente da ação humana, o que sempre deixaria uma sensação deorfandade invadida pelo vazio e pelo desânimo. Então, reunidos em oração,clamaram a vinda do Espírito Santo, e enquanto rezavam, ocorreu um verdadeiroPentecostes, festa cristã celebrada cinqüenta dias após a Páscoa, emcomemoração à descida do Espírito Santo sobre os apóstolos, reunidos emCenáculo, por meio de línguas de fogo. Podemos afirmar que a RCC, como dom doEspírito em favor dos fiéis e da Igreja, é este Novo Pentecostes, com todasorte de força e de poder que se atualiza e perpetua na vida da Igreja. Ela nãoé um movimento na Igreja, mas, como disse o Papa Paulo VI, “uma sorte para aIgreja e para o mundo”. Ela é, portanto, a Igreja em movimento, uma corrente degraças que concerne à própria vida da Igreja e que beneficia os seus membrossem distinção de pessoas.

Sua peculiar identidade é a experiência de transformação interior. OEspírito Santo vindo a nós, na medida em que é acolhido e favorecido, acha-se,finalmente em condições de transformar a situação interior que a “lei escrita”não podia modificar. O Espírito Santo toma posse do coração do homem e estedeixa de viver para si mesmo e passa a viver para Deus. A graça infundida nocoração humana torna-se uma “ação”, um princípio vivo e ativo.

Dessa ação da graça brotam livremente os dons e os frutos de uma vidaagora não mais vivida pela imposição caprichosa da “carne”, mas pela conduçãodo Espírito Santo. Nasce assim, um gosto pela oração, pela leitura orante daPalavra de Deus, um amor pela Igreja, um amor e devoção à Nossa Senhora, umcomprometimento na evangelização de todas as pessoas, o louvor a Deus, a buscados sacramentos – especialmente, Eucaristia e reconciliação –, a vida decomunhão fraterna, o uso dos dons carismáticos: dom de línguas, que seconstitui de uma oração em linguagem não-vernacular que provém do EspíritoSanto, ou ainda, uma manifestação de louvor dentro de cada um; o dom daprofecia, uma ação do Espírito Santo que se utiliza de uma pessoa paraproclamar uma mensagem divina; o dom de cura, em que a saúde espiritual, físicae pisicológica de alguém é restaurada pela intervenção de Deus; o dom dosmilagres, o dom da fé, que se constitui na confiança, na certeza, na convicçãoda ação de Deus; o dom do discernimento dos espíritos, o dom da palavra deciência e de sabedoria.

Na verdade a maior graça que o Espírito Santo derrama sobre homens,mulheres, crianças, jovens, adultos e idosos é a conversão a Pessoa de JesusCristo. Ele passa a ser o centro da existência.

Foram necessários apenas alguns poucos anos para queessa experiência se espalhasse entre os norte-americanos católicos, ganhassevisibilidade e fosse expandida depois para os demais continentes. Assessoradapor teólogos como Yves Congar e pelo Cardeal Leon Suenens, a RenovaçãoCarismática logo conquistou a aprovação do Papa Paulo VI, o que garantia, porsi só, sua autenticidade, apesar da resistência por parte da ala progressista,mais afinada com as Comunidades Eclesiais de Base e com a Teologia daLibertação centrada para o compromisso social.

Com menos de três anos de existência, a RCC jáchegava ao Brasil e em apenas três décadas já estava presente em 90% dasdioceses brasileiras e, em termos mundiais, pouco antes da entrada do novomilênio, já se encontrava em 140 países, com a participação de 40 milhões decatólicos, destes, 30% só na América Latina.

Hoje são no mundo mais de 80 milhões de católicos queexperimentaram esta graça em suas vidas, converteram-se a Cristo e dedicam-seao serviço da Igreja. Destes, cerca de 12 milhões estão no Brasil.

Como podemos perceber, a RCC nasceu em meio a umgrupo de oração, que gerou vários outros grupos de oração, em todo o mundo. Masa ação do Espírito Santo pedia mais, pedia um maior comprometimento entre oshomens e estes com Deus. Daí, surgiram as Comunidades de Vida e de Aliança,nada mais justificável dentro do plano bíblico e teológico que este NovoPentecostes gerasse uma vida comunitária. Por isto em todo o mundo estão surgindopessoas, que impulsionadas pelo Espírito, se unem no que chamamos de“Comunidades Novas”. Elas têm dado sinal de uma fértil e atuante presença nomundo pelo testemunho de vida e pela ação evangelizadora de seus membros queatuam em várias dimensões da sociedade, em especial na família, juventude,meios de comunicação, política e promoção humana.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *