Institucional

Recife comemora 15 anos do carisma Shalom na cidade

comshalom

Na próxima sexta-feira, 7 de abril, o Shalom Recife celebra seus 15 anos. Que tal uma viagem pela história da chegada do Carisma aqui na capital pernambucana?

Primeiros passos 

A missão Recife teve sua fundação em 2002. Contudo, o Carisma Shalom havia chegado à cidade muito antes, em 1986, por meio de um Grupo de Jovens que se reunia na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Esse grupo, que posteriormente viria a se tornar a Comunidade Magnificat e cujo o núcleo era composto por Luis Antônio (coordenador), Irmã Almeida, Helena Freitas, Eduardo Barreto, Valdo Lacerda e Soraya Lacerda, aprofundava-se no conhecimento do Carisma Shalom através de retiros e encontros periódicos, ministrados por missionários.

Em meados de 1987, estando o núcleo da Comunidade Magnificat reunido em oração, Deus suscitava profeticamente que queria em Recife uma casa de evangelização aos moldes do Shalom da Paz de Fortaleza. Esta casa seria um solo sagrado onde muitos jovens, ao toca-lo, conheceriam e teriam uma experiência com o carisma Shalom.

Dois anos após a profecia, a casa fora inaugurada, tendo como nome ‘‘Casa de Maria’’. Localizava-se próxima a Unicap e alcançou vários jovens, atraindo-os por meio da lanchonete e da venda de certos produtos do Shalom, como livros, estudo bíblico, fita cassete e outros.

Com o passar do tempo, surgiu em alguns dos irmãos que compunham o núcleo o desejo de mergulhar no carisma e conhecer mais o estilo de vida dos missionários que periodicamente vinham de Fortaleza. A partir disso, Valdo Lacerda e Soraya Lacerda fizeram o vocacional em 1989, deixando, então, tudo para entrar na comunidade. Moraram em Fortaleza até 1998, quando voltaram. Após isso, o desejo de viver o carisma da Paz em Recife tornava-se cada vez maior e começava um grande desafio: iniciar um grupo aos moldes da vocação Shalom.

Fundação

Após Valdo e Soraya voltarem para Recife, iniciou-se um grande desafio. Porém, O desejo do viver o carisma na cidade era cada vez maior. E nessa dinâmica, um pequeno grupo começou a se reunir no Colégio Vera Cruz, em 06 de março de 1999, com o apoio da diretora do Colégio, a Irmã Querubina Silva, e tendo formações aos moldes da vocação Shalom.

Em 1998, Emmir Nogueira fez uma breve visita a Recife e partilhou com o grupo a inspiração de Moysés sobre os “Amigos do Shalom”. Logo depois, esteve também na cidade Alexandre, responsável pelo centro de formação de Fortaleza na época e membro da comunidade de aliança, o qual incentivou o início da Escola em Recife. 

A partir de outubro de 1999, então, o grupo passou a se reunir como “Amigos do Shalom”, recebendo recomendações de Carmadélio, nesse período responsável geral dos Amigos do Shalom em Fortaleza. Carmadélio dava orientação no processo de fundação da futura Missão.

Havia a necessidade, contudo, do grupo estar ligado a uma paróquia. Por esse motivo, no ano de 2000 houve uma mudança no lugar das reuniões, que passaram do Colégio Vera Cruz para a paróquia do Morro da Conceição, onde ficou até agosto de 2001. Neste ano, Padre João Bosco, que estava estudando em Roma, voltava para o Brasil e recebeu a designação, pelo então arcebispo Dom José, de ser responsável pela comunidade em Recife. Assim, as atividades da futura missão deveriam acontecer na paróquia que Padre Bosco assumisse.

Em setembro de 2001, o grupo se transferiu para a paróquia de responsabilidade de Padre Bosco, a paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Boa Viagem. Deu-se, assim, início ao centro de formação Shalom, através das aulas de Formação Básica (FB) e com Cursos de Formação Humana, Espiritual e Doutrinária nos finais de semana. 

No dia 27 de novembro de 2001, Padre Bosco fez a Carta para o Conselho Geral da Comunidade, solicitando o início da Missão em Recife. A resposta do Conselho confirmando o pedido chegou no dia 13 de março de 2002, dia em que se reunia o núcleo dos Amigos do Shalom em uma das salas da igreja.

Após a confirmação do início da Missão em Recife, começou-se a arrecadação de donativos para a montagem da casa dos primeiros missionários. A primeira doação recebida foi um ícone de São José, tomado como um sinal da Divina Providência. 

Após uma história longa de desafios e plena da misericórdia e providência divinas, a missão Recife começou com muita alegria. ‘‘Deus é fiel!’’, esta era a expressão nos rostos e sorrisos daqueles que há muito esperavam esse momento.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *