Notícias

Saiba mais sobre a Igreja de Santa Maria Maior, em Roma

São João Paulo II, desde o início de seu pontificado, quis que uma lâmpada estivesse acesa sob este ícone mariano como sinal de sua grande devoção.

comshalom

A Basílica de Santa Maria Maior é a mais ampla dedicada à Virgem Maria em Roma. Foi construído depois do Concílio de Éfeso (431), no qual Nossa Senhora foi proclamada Mãe de Deus. O Papa Sisto III mandou erguer o templo no monte Esquilino e, todo dia 5 de agosto, celebra-se a consagração desta famosa Igreja, a mais antiga no Ocidente dedicada à Virgem Maria.

Detalhes

Durante séculos, a Basílica de Santa Maria Maior foi embelezada e adornada. Os mosaicos da área próxima ao altar e as paredes da nave estão entre os mais refinados de Roma e representam cenas da vida da Virgem Maria. O teto é decorado com o primeiro ouro que Colombo levou da América.

O carinho dos Papas

São João Paulo II, desde o início de seu pontificado, quis que uma lâmpada estivesse acesa sob este ícone mariano como sinal de sua grande devoção.

O Papa Francisco, antes de embarcar em uma viagem internacional e ao retornar para a Itália, dirigiu-se à Basílica de Santa Maria Maior, deixou um buquê de flores aos pés da imagem de Maria e se deteve em um momento de oração.

Tradição

A Basílica é também conhecida como a Igreja de Santa Maria das Neves, por um milagre que ocorreu vinculado a esta devoção; como Basílica da Liberiana, em memória do Papa Libério, que foi quem a consagrou; e como Igreja de Santa Maria da Manjedoura, porque, segundo a tradição, ali se conserva um fragmento da manjedoura do Menino Jesus, trazido por Santa Helena.

Em Roma, existem outras quatro Basílicas maiores de grande importância para a história e de grande riqueza espiritual. Santa Maria Maior é uma delas. As outras três são a Basílica de São João de Latrão, a Basílica de São Pedro e a Basílica de São Paulo Fora dos Muros (ou São Paulo Extramuros), local da cerimônia de conclusão da Convenção Shalom, evento mais recente da Comunidade em Roma.

Convenção Shalom 37 anos

 

No ano de 2017, missionários da Comunidade Católica Shalom peregrinaram para Roma e estiveram na Basílica de Santa Maria Maior. Na ocasião, os peregrinos vivenciaram uma Celebração Mariana e um ato de consagração à Nossa Senhora no interior da Igreja.

 

 

 

 

 

 

 

 

Leia também

Papa Francisco caminha até a Basílica de Santa Maria Maior para rezar

Conheça a história do ícone para o qual o Papa rezou pedindo o fim da Pandemia de COVID-19


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *