Formação

Santa Marta demorou, mas descobriu o que era essencial

Marta é uma personagem bíblica descrita nos Evangelhos. Ela era irmã de Maria e de Lázaro, da aldeia de Betânia, e foi uma das mulheres que acompanharam Jesus no calvário e na ressurreição.

comshalom

Hoje a Igreja nos recorda o testemunho de mais uma conhecida e santa personagem da história do povo de Deus, Santa Marta. Essa serva era irmã de Lázaro, isso mesmo, aquele que foi ressuscitado por Jesus. Além desse episódio da ressurreição, ela é mencionada também em outras passagens, entre elas, aquela onde Jesus disse: “Maria escolheu a melhor parte”, conforme registrado no Evangelho de Lucas (cf. Lc 10,39-42).

Essa santa serva de Deus morava em Betânia, na companhia de seus irmãos, numa vila que ficava a cerca de três quilômetros de Jerusalém, no declive oriental do Monte das Oliveiras, na estrada de Jericó. Além de Lucas, seu nome é mencionado também no Evangelho de João (cf. Jo 11,1.5.19-39;12,2). Seu nome se origina de uma raiz aramaica cujo significado é: “Dona” ou “Senhora”. Ela é a única pessoa com esse nome em toda a Escritura. Provavelmente essa Santa Serva de Deus era a mais velha entre os três irmãos, ou pelo menos mais velha do que sua irmã Maria. A narrativa bíblica que descreve a visita de Jesus à sua casa parece concordar com isso (cf. Lc 10,38).

Acolheu Jesus em sua casa, mas precisava recebê-lo no coração

Comparando os poucos registros referentes aos Evangelhos de Mt 26,6 e Jo 12,2, os biblistas intuíram que a ceia ocorreu na casa de Simão, o leproso, isso talvez explique por que Marta estaria servindo naquela ocasião. Alguns argumentam que a ceia era em comemoração à ressurreição de Lázaro, e por isso, mesmo sendo na casa de Simão, Marta se ocupou de servir a mesa. Outros sugerem que talvez Simão fosse solteiro, e ao oferecer essa famosa ceia, necessitou da ajuda de seus amigos. Outros ainda levantam a hipótese de que talvez Marta tivesse sido a esposa desse homem. Seja como for, não há como responder essas questões com exatidão. A mensagem central, porém, é evidente: ela não havia descoberto o que era mais essencial na relação com Jesus: estar com ele ou fazer coisas para Ele? Recebeu o mestre em sua casa, mas demorou para recebê-lo no coração.

Recebeu um curso de Jesus sobre o que era essencial

Irritada, acabou questionando Jesus acerca de tal comportamento da irmã: “Senhor, não te importa que minha irmã me deixe fazer todo o trabalho sozinha? Diz-lhe que tenha coragem e venha me ajudar” (Lc 10,40). Perceba que a crítica não foi apenas direcionada a Maria, mas também a Jesus, que permitia que Maria ficasse ali. Jesus respondeu com sua sabedoria de sempre, dizendo que ela estava preocupada e irritada com muitas coisas, mas que havia algo muito mais importante, muito mais essencial do que aquilo que era alvo de sua atenção. No início de sua resposta, Jesus usou a expressão “Marta, Marta…” revelando assim, não apenas uma reprovação, mas também um conselho terno e carinhoso. E continua: “Uma só coisa é realmente necessária”.

Alguns estudiosos sugerem que Jesus estava se referindo à refeição em si, como se estivesse dizendo que apenas um simples cardápio teria sido suficiente. Todavia, a sequência de sua resposta revela algo muito, muito mais profundo: “Maria escolheu a melhor parte, e esta não lhe será tirada.” (Lc 10-41,42). A expressão “melhor parte…” Também pode ser traduzida como “boa escolha”, no sentido de ter escolhido o que há de mais importante e essencial. “Uma só coisa é realmente necessária”. A boa parte que Maria escolheu, obviamente, foi ouvir as pregações de Jesus, desfrutar de sua companhia. Com isso, entende-se que ela demonstrava uma devoção e adoração sincera ao Senhor, e essa é a porção que jamais lhe seria tirada. Não conheço você que lê essa matéria, não sei como têm sido suas prioridades na vida, mas acredite: quando Deus está no centro, todo o resto se organiza.

Que Deus nos abençoe, por intercessão desta santa alma esposa de Deus, para que com seus erros e acertos aprendamos também nós a descobrir o que de fato é essencial na vida.

Santa Marta, rogai por nós.

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *