Formação

São Leonardo de Noblac e a nobreza de alma e coração

É dos santos mais populares na Europa central. Diz de fato um estudioso que em sua honra foram erigidas nada menos que seiscentas igrejas e capelas

comshalom

Hoje a Santa Igreja nos recorda a memória de Leonardo de Noblac. Esse coração fiel é muito popular na Europa, mas seu testemunho biográfico chegou também a outros continentes somente cinco séculos após sua morte. Leonardo nasceu em 496, em Orleans, e fez sua páscoa definitiva deste mundo no dia 06 de novembro de 545, em Saint-Léonard-de-Noblat, França. 

São Leonardo era de origem nobre, tanto que seu padrinho de batismo foi o rei Clóvis. Com um apoio tão influente, Leonardo poderia seguir qualquer carreira política que quisesse. Esse coração, porém, já havia sido conquistado por um monarca muito mais poderoso e influente, Jesus Cristo, o Shalom do Pai.  Assim, alistou-se no exército do Senhor, sob o estandarte de um santo bispo, Dom Remígio.

Não descartou os prestígios que possuía devido a sua nobreza, ao contrário, fez muito uso destes, mas não para qualquer satisfação pessoal. Sua amizade com o rei, por exemplo, fez com que obtivesse vários privilégios, todos eles canalizados para suas obras de caridade para com os pobres e para as ações pastorais da Igreja.

Entre essas ações, estão aquelas onde obteve a liberdade para todos os prisioneiros que, sem provas ou até por motivos egoístas e arbitrários, haviam sido condenados. Mais tarde, a sede que São Leonardo tinha de Deus, fez com que se refugiasse num denso bosque e vivesse como eremita.

Ministro da verdadeira libertação

No entanto, mesmo mergulhado na solidão da vida contemplativa, não deixava de ser um instrumento muito eficaz da graça para a libertação dos oprimidos. Assim, o lugar onde se refugiava para a oração era sempre descoberto pelo povo. Muitas vezes, alguns que estavam presos injustamente apenas pronunciavam o nome de Leonardo diante de Deus em suas orações desesperadas, e as correntes caíam de seus pulsos e tornozelos.

Numa certa ocasião, bem no meio da floresta, perto de Limoges, onde o eremita havia fixado a sua morada, vieram, em vez dos prisioneiros e pobres, o casal real com todos os seus guardas e servos. Na ocasião, vieram justamente suplicar a Deus um milagre por meio de São Leonardo. A Rainha estava no último mês de gravidez e estava em perigo de morte. Atormentada pelas dores do parto, teve toda assistência espiritual e emocional de São Leonardo e, graças às suas orações, tudo deu certo.

O rei ficou tão tocado e agradecido, que prometeu doar-lhe o terreno para a construção de um mosteiro. Leonardo, então já rodeado de muitos discípulos, alguns dos quais tinham inclusive sido libertados da prisão injusta por meio de sua intercessão, construiu o primeiro oratório. As virtudes desse servo atraíram muitas famílias, que construíram suas casas naquela região, dando origem à aldeia que leva o seu nome: Saint-Léonard-de-Noblat. Esse santuário continua ainda hoje a ser um lugar de muitas peregrinações. Ele é invocado como padroeiro de prisioneiros e injustiçados. 

São Leonardo, rogai por nós. 

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *