Formação

Ser Discípulo: A Humildade

comshalom

Jesus, com seus discípulos havia ampliado sua missão aos territórios gentílicos vizinhos da Galiléia, tendo chegado bem ao norte, próximo a Cesareia de Filipe. A partir daí decide dirigir-se a Jerusalém, ao sul, para proclamar a sua Boa-Nova aos peregrinos que ali chegaram em vista de participar da festa judaica da Páscoa, que se aproximava. Com este propósito, Jesus e os discípulos atravessam novamente a Galileia.
Aqui as narrativas marcam o contraste entre a mentalidade dos discípulos e a novidade de Jesus. Os discípulos esperavam de Jesus ações de poder e glória terrena, o que chocava com a proposta do próprio Jesus de humildade e serviço, com a doação da própria vida.

Os discípulos estão fixados na ideologia do messias poderoso, um novo Davi que restaura o reino de Israel e, esperando de Jesus a ascensão ao poder, disputam qual seria então o maior, isto é, quem ocuparia os cargos mais importantes. São os anseios opostos à proposta de Jesus que provocam conflitos na comunidade e, de maneira mais ampla, no mundo, onde os ímpios ambiciosos da riqueza e do poder fazem a guerra e semeiam a morte, tornando-se loucos e frustrados.

Jesus chama os Doze e, invertendo os critérios de competição, reafirma a característica essencial do Reino: a humildade e o serviço como concretização do amor. É neste amor que está a realização e a grandeza de cada um.

Ao tomar uma criança e abraçá-la, com carinho, Jesus está se identificando com ela. A criança, do ponto de vista de uma sociedade de eficiência e produção, é considerada inútil e marginalizada. Jesus convida a todos a se tornarem crianças, na humildade, na simplicidade, na fraternidade e na abertura para o novo, com esperança e alegria, e, com esta opção, estarão acolhendo Jesus e entrando em comunhão com Deus.


Por:

Dom Eurico dos Santos Veloso
Arcebispo Emérito de Juiz de Fora


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *