Institucional

Ser Shalom é ser plenamente feliz

Sou da cidade de São Vicente/SP, e vocacionada da Comunidade Católica Shalom. No Reviver, Deus me despertou o chamado a uma vocação específica que hoje vai se concretizando na minha vida. O chamado de Deus a uma vocação sempre foi muito concreto em toda minha história, quando criança, mesmo sem entender, sabia que Deus me chamava a viver algo diferente e que um dia responderia a esse chamado. Sempre fui de paróquia, participava de um grupo de oração da Renovação Carismática Católica, onde tive minha 1º experiência com Deus, comecei a me engajar e servir nesse grupo, servia como coroinha, fazia parte da liturgia, mas nada conseguia satisfazer a sede do meu coração. Eu queria viver algo mais intenso.

A voz que sempre me chamou começou a ficar cada vez mais forte dentro de mim.

Participava de todo tipo de evento ou retiro que as novas comunidades faziam, mas nada me preenchia. No ano de 2015, Deus me conduziu a fazer o vocacional das Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo. Lá, vi que não era aquele o meu lugar, mas que era o começo de uma história com Santa Teresa D’Ávila.

Na Paróquia, 2 amigos me convidaram a fazer um retiro de carnaval que transformara a vida deles no ano anterior. Eu já tinha um contato com a comunidade através das músicas, mas depois desse retiro minha vida mudou. No momento da efusão, Deus confirmou tudo aquilo que eu sempre havia sentido referente a um chamado, uma vocação específica. Tudo o que sempre sonhei que se confirmasse, Deus nesse retiro confirma. Tive a sensação de que havia encontrado o que tanto procurei, mas não tinha entendido nada. O que significaria, Alma Esposa de que tanto Deus me falava?… esses questionamentos perduraram por um bom tempo.

Eu estava diferente. Dessa vez, estava com medo de ter encontrado o que tanto procurei. Um ano se passou e o que Deus havia falado naquele retiro de carnaval estava tão recente. Fiquei o ano inteiro tentando encontrar em outros lugares o que havia sentido nesse Reviver, mas não encontrei. Esperei ansiosamente pelo Reviver de 2016, para sentir mais uma vez o que havia sentido, o carisma da comunidade, as pessoas servindo de forma que nunca tinha visto. Cada detalhe me impressionava, a Santa Missa e lá Deus disse o que eu precisava fazer.

No dia do Reviver fui acompanhada pela secretária vocacional que me explicou cada detalhe do vocacional aberto Shalom. Mesmo com muito medo de apenas perder tempo em um lugar errado, decidi arriscar e me lancei. Nunca fiquei tão ansiosa em esperar algo como fiquei para esperar a resposta do plantão vocacional. Quando veio positiva, sabia que Deus estava me conduzindo a uma vida nova.

Finalmente descobri o que desde criança procurei. Maria esteve me auxiliando a cada momento e em cada passo que dei, e, nos meus medos, Ela me deu a paz. Tenho sede da profundidade de Deus e descobri que no Shalom vou livremente mais fundo. Ser Shalom é ser plenamente Feliz!

Erika Lima de Almeida, 19 anos, estudante de Administração de Empresas – UNIP/ Santos-SP, Vocacionada a Comunidade de Vida.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *