Institucional

Sim, é possível viver um namoro casto nos dias de hoje

comshalom

Me chamo José Neto e hoje completo 3 anos de namoro com Rita Raquel, aquela que Deus escolheu para trilharmos juntos com Ele, um santo caminho de namoro. Somos ambos Vocacionados da Comunidade Católica Shalom e nesse testemunho vou falar da nossa experiência de vivermos um namoro santo e contar sobre como o Senhor me atraiu para Ele através dela e como também através dela, Ele me deu a graça de conhecer o Carisma Shalom.

Nos conhecemos através de um amigo em comum, no dia 12 de fevereiro de 2013, no Adorar-te, evento de carnaval promovido pelo Shalom de Redenção. Sua beleza me encantou no momento em que a vi, mas disse para mim mesmo que isso não era algo comum. Mal sabia eu a riqueza do sentimento que Deus tinha acabado de colocar em meu coração. Poucos dias depois, nos tornamos amigos no facebook e passamos a conversar frequentemente. Após um tempo, trocamos números de telefone e passamos a conversar por SMS. As conversas já eram diárias. O sentimento estava crescendo. Era algo novo. Não tardou a vir a primeira declaração de amor. Pelo telefone. Os dois nervosos. E saiu o primeiro “Eu te amo”. Quem imaginaria que viriam tantos outros depois desse. Fomos ficando mais íntimos e alimentando ainda mais esse sentimento, até que em 05 de janeiro de 2014, pedi oficialmente aos seus pais para namorá-la. E aí inicia-se a nossa caminhada de namoro.

Eu participava das missas aos domingos, mas minha vida na igreja se resumia a isso. Ela era da Obra Shalom de Redenção, mas estava um pouco afastada devido aos estudos. Pra mim, um namoro deveria ser da forma que o mundo prega. Tudo era permitido. Tudo era lícito. Afinal, são duas pessoas que se amam, não? Como eu estava enganado. Eu sequer conhecia o conceito de castidade. Namoro santo então? Nunca ouvi falar. Ela me apresentou tudo isso. Me mostrou a graça de viver a castidade no namoro. De amar a Deus acima de tudo. De amar sem usar. Acho que foi um trabalho bem difícil pra ela. Mas o Senhor dá a graça necessária. Através dela, Deus mudou totalmente a minha mentalidade. Vivemos um namoro casto, buscando amar um ao outro, mas amando sempre a Deus em primeiro lugar. E apesar de todas as dificuldades, de todas as tentações, podemos dizer que sim, é possível viver um namoro casto nos dias de hoje. É preciso oração, pois o combate é enorme. Mas Deus é maior que qualquer inimigo.

Foi também através dela que eu pude conhecer o Carisma Shalom. Em outubro de 2014, houve um Seminário de Vida no Espirito Santo para Universitários no Shalom de Redenção. Ela participou comigo e fez um esforço enorme para que eu vivesse bem cada momento. Depois do SVES comecei a participar do Grupo de Oração e a crescer mais e mais na intimidade de Deus. No início do ano passado, foi a minha vez de aproxima-la mais do Senhor. Sentia em meu coração um constante desejo de me ofertar mais ao Senhor e partilhava isso com ela, mas ela sempre relutava quando se falava em vocacional. Pedi apenas para que ela rezasse em relação a isso e cerca de uma semana depois, ela me disse que nas suas orações, o Senhor também a chamava para o vocacional. Ingressamos no vocacional e temos vivido juntos esse tempo de graça do Senhor. A cada passo que o Senhor nos confirma na vocação, ele também confirma o nosso relacionamento através de partilhas dos irmãos sobre nós e sobre como vivemos o nosso namoro. No meu retiro final do vocacional, durante uma adoração, o Senhor me fez perceber o quanto ela significava para mim e que era vontade dEle que estivéssemos vivendo tudo isso juntos. Hoje eu percebo que um namoro santo não é apenas um namoro onde se vive a castidade, mas é também um namoro onde um aproxima o outro de Deus e que diante das dificuldades, um ajuda o outro a se levantar e caminhar novamente em direção ao Divino Esposo.

Nesse dia em que comemoramos 3 anos de namoro, meu coração se enche de louvor e gratidão a Deus, por tudo o que Ele me proporcionou e me proporciona através desse relacionamento! Te amo meu amor, obrigado por me fazer conhecer e amar o verdadeiro Amor!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Estou vivendo um experiência muito parecida. Minha vida mudou desde que comecei a frequentar a comunidade shalom em minha cidade (Campos dos Goytacazes /RJ).
    Me sinto bem em estar lá e conversar com todos e sinto uma paz sempre que estou na comunidade.
    Minhas necessidades já não são as mesmas de antes e acredito que isto não é em vão.
    Gosto muito de uma pessoa da comunidade e se Deus permitir que fiquemos juntos que assim seja.
    Que Deus possa nos abençoar e nos tornarmos fieis um ao outro.
    Te amo.

  2. Acredito na benevolência de Deus, quando nos deixamos habitar por Ele.Entendo o porque da aliança dos Padres em servir a Deus unicamente a serviços do servir, muitos criticam queriam que se comportassem como pessoas comuns não entendem o chamado, que é muito maior que que o prazer de servir os prazeres da vida comercializadas de forma banal.Que tenhamos cada vez jovens,que tenham a coragem de testemunhar o amor em Deus.Lindo parabéns sigam em frente!bju