Formação

Símbolos do Advento

Aproxima-se o tempo de espera e esperança, de estar atentos e vigilantes, conheça alguns símbolos do Advento.

comshalom

A Coroa do Advento Coroa é um símbolo originalmente pagão, que simbolizava para os povos bárbaros a vida que resiste ao inverno. Ao fazer coroas com folhas de cipreste, esses povos mantinham viva a esperança na volta da primavera e na riqueza da vida. Quando foram evangelizados, eles continuaram utilizando a coroa, mas simbolizando Jesus, quem oferece ao homem a verdadeira vida, que vence a morte. Durante as quatro semanas de Advento, a coroa ficava dentro de casa, cada vez mais iluminada e, ao chegar o Natal, a família pendurava a coroa do lado de fora da porta da casa, como um sinal claro de que esse lar era cristão.

O que é a coroa do Advento?

É uma coroa de ramos verdes na qual são colocadas 4 velas. É costume colocá-la em uma mesinha ou sobre um tronco de árvore, ou até pendurada no teto com uma fita bonita. Em princípio, não se coloca em cima do altar, mas junto ao ambão ou em outro lugar adequado da igreja, como, por exemplo, junto a uma imagem ou ícone de Nossa Senhora. A coroa do Advento é o primeiro anúncio do Natal.

Como surgiu a cora do Advento?

É um costume originário dos países germânicos e estendida à América do Norte, já convertida em um símbolo do Advento nos lares cristãos, nas paróquias e comunidades.

Durante o frio e a escuridão do final do outono, os povos germânicos pré-cristãos coletavam coroas de ramos verdes e acendiam fogo como sinal de esperança na vinda do sol nascente e da primavera.

Este é um exemplo da cristianização da cultura, na qual um elemento antigo assume um novo e pleno sentido: a coroa do Advento encontra uma esplêndida referência em Jesus Cristo, luz do mundo, vencedor da escuridão e das trevas.

Como é composta a coroa do Advento?

Ela é composta por uma coroa circular, ramos ou folhagem verde, quatro velas e algum enfeite sobre elas, como maçãs vermelhas, e uma fita vermelha.

A coroa circular: o círculo não tem começo nem fim, lembrando a unidade e eternidade do Senhor Jesus Cristo, que é o mesmo ontem, hoje e sempre. É sinal do amor de Deus, que é eterno, sem princípio nem fim. Também é um convite para que nosso amor a Deus e ao próximo nunca acabe.

Folhagem verde: os ramos verdes podem ser ramos de pinheiro ou semelhantes. Representam Jesus eternamente vivo e presente entre nós.

Enfeites: Em geral, são maças vermelhas e uma fita vermelha. As maçãs representam as frutas do jardim do Éden, com Adão e Eva. Falam, pois, do pecado e da expulsão do paraíso, bem como do anseio permanente do ser humano de voltar a ele. Mas a fita vermelha significa o amor de Deus que nos envolve, e também nossa resposta de amor ao Senhor.

As quatro velas: representam os 4 domingos que compõem este tempo de vigilante espera. Fazem-nos pensar na escuridão provocada pelo pecado que cega o homem e o afasta de Deus. Assim, com cada vela que acendemos, a humanidade se ilumina e continua iluminando com a chegada de Jesus Cristo ao nosso mundo.

Por que cada semana acendem uma vela na coroa?
Como expressão de espera alegre, cada semana se realiza o rito de acender as velas da coroa, uma a cada domingo do Advento, até que todas fiquem acesas no final.

O acendimento progressivo desses círios nos faz tomar consciência da passagem do tempo no qual esperamos a última e definitiva vinda do Senhor. Esse itinerário, acompanhado de alguma oração ou canto, marcará os passos que nos aproximam da festa do Natal, e nos ajudará a ter mais presente o período em que nos encontramos.

Qual é o significado global da coroa do Advento?

Este simples enfeite de Natal é ao mesmo tempo memória, símbolo e profecia:

É memória das diversas etapas da história da salvação antes de Cristo.

É símbolo da luz profética que ia iluminando a noite da espera, até o amanhecer do Sol de justiça.

É profecia de Cristo, luz do mundo que voltará para iluminar definitivamente o mundo e todos aqueles que esperam com suas lâmpadas acesas.

As Quatro Velas As quatro velas da coroa do Advento simbolizam os quatro domingos de preparação do Natal. Elas também representam quatro personagens bíblicos:

O primeiro é Isaías que nos traz ESPERANÇA para a chegada do oleiro Jesus. Ele quer moldar o barro de que somos constituídos para ficarmos floridos e produzamos bons frutos. Daí se entende a árvore de Natal.

O segundo é São João Batista que nos mostra o deserto onde nos encontramos. Ele prega PENITÊNCIA para estarmos preparados para a chegada do Messias. A cor lilás dos paramentos simboliza esta proposta.

A terceira personagem é Nossa Senhora que nos transmite FÉ naquele que se encontra no seu seio e está por vir para nos salvar. Por isso, a cor dos paramentos é rosa.

A quarta vela representa o Espírito Santo. Ele está gerando o Menino Jesus no ventre da Virgem Maria. Também com Maria Santíssima vai gerando os filhos de Jesus, com a CONVERSÃO dos pecadores.

As quatro velas também se referem aos quatro pontos cardiais: norte, sul, leste e oeste. Cristo veio para resgatar toda a humanidade.

As cores das velas da coroa do Advento, verde, vermelha, rósea e branca, englobam o ano litúrgico que se inicia e simbolizam as grandes etapas da salvação.

O Papa Francisco diz que o Advento “tem três dimensões: passado, futuro e presente. Serve para purificar a esperança e se preparar para o encontro definitivo com o Senhor, que já veio, mas voltará. Ele vem todos dias e em todos os momentos no nosso coração.”

É importante ressaltar que Jesus nos dá forças para superar as misérias humanas, incluindo o coronavírus; também para nos comprometer a cada dia com a construção de abençoadas relações fraternas. Temos que vigiar e não perder essa especial ocasião do Advento. A oração nos leva à ação e a ação se transforma em oração e nos aproxima de Deus. É tempo de esperança, de penitência, de fé e de conversão pela ação do Espírito Santo, para que Jesus Cristo seja sempre o sol que ilumina o mundo e a nossa existência.

Onde está o Rei? Viemos adorá-lo

E visando essa grande oportunidade que o Senhor nos concede, é que a Comunidade Shalom preparou um grande retiro de aprofundamento e oração para o tempo do Advento, chamado “Onde está o Rei? Viemos adorá-lo”. Com esse itinerário, poderemos mergulhar mais profundamente nos mistérios da vida de Jesus e em Seu Evangelho, a fim de descobrir uma nova via de conversão e mudança de vida para cada um de nós. 

[Saiba mais na página especial de Advento 2022]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.