Institucional

SOL: amigo ou vilão?

comshalom

O verão tão esperado chegou! E com ele o tempo de calor, altíssimas temperaturas, muita chuva e fortes tempestades! Calor é sinônimo de muito sol. É verdade que moramos num “país tropical, abençoado por Deus”! Afinal ele faz bem ou não para a saúde? Quais são as vantagens e desvantagens do Sol?

Quais as consequências para a saúde com a super exposição aos raios do sol? É verdade que provoca manchas na pele, eczemas, alergias e até mesmo câncer? Sim, o sol faz bem à saúde! Todos os seres vivos dependem da luz solar para sobreviver: os vegetais para a fotossíntese (a clorofila, por exemplo, que dá a cor verde a muitos vegetais), a glicose vegetal (energia das plantas).

O Sol faz despertar em nós, seres humanos, a vitamina D, fundamental para o fortalecimento dos óssos e dos músculos, combate à osteoporose, osteomalácia (amolecimento dos óssos) em crianças, produção de cálcio e fósforo no sangue. Pelo menos 15 minutinhos diários é recomendado essa exposição no período da manhã ou final de tarde.

Estudos revelam que o uso moderado do sol também ajuda na prevenção de doenças como: Enxaqueca, Alzheimer, Alergias, doenças

auto-imunos, câncer (e colo de útero, mama e de próstata), depressão, diabetes, hipertensão, infertilidade, distúrbios alimentares, cáries, miopia, obesidade, Parkinson, psoríase…entre outras.

Porém, o outro lado também precisa ser dito! O sol também faz mal. E aqui podemos elencar algumas das principais consequências: os raios UV (ultravioleta – radiação eletromagnética – assim sendo, UVA, UVB e UVC são diferentes tipos de Raios Ultravioletas transmitidos pelo sol). Esses raios penetram na pele mais profundamente, aceleram o envelhecimento cutâneo, provocam manchas, queimaduras, despigmentação, quadros de alergias, e até danificam o ADN das células, onde aparecem os vários tipos de câncer de pele. Usar o sol sem proteção ou bloqueadores solares é arriscar-se muito e atrair essas doenças com suas trágicas consequências. Aliás, recomenda-se o uso de protetor solar todos os dias, mesmo nas sombras ou dias nublados. Os raios atravessam as nuvens.

Eis algumas dicas para evitar os desconfortos e contratempos provocados pelo sol.

Lembre-se de uma palavra e peço que você a memorize: A.F.A.R.

Afar ? O que é isso? É muito simples, vamos lá.

A (de Água) F (de Filtro Solar) A (de Alimentação) R (de Roupas confortáveis).

– No verão é muito comum a desidratação, portanto, pelo menos 2 litros de água por dia

– Evitar a exposição das 10h00 às 16h00 e usar sempre o filtro solar

– Na alimentação evitar aqueles de difícil digestão (frituras, gorduras). Prefira frutas e muitas saladas.

– Usar roupas leves e confortáveis.

Não esqueça de proteger bem as crianças com chapéus, bones, camisetas e é claro: muito protetor solar. Usar óculos faz bem, desde que sejam “originais”, ou seja, que verdadeiramente protegem os olhos contra os raios solares.

Verão é um tempo maravilhoso de passeios, praias, piscinas, etc…mas também pode ser um grande vilão se “abuser” do sol sem os devidos cuidados. Afinal de contas, prevenir é ainda o melhor remédio.

Viva o verão, viva o sol, viva a luz…com sabedoria e esquilibrio.

Fonte:A2


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *