Institucional

Jovens missionárias fazem votos no celibato

comshalom

Na última segunda-feira (23/01), em Celebração Eucarística as jovens, Jéssica (Projeto Juventude do Shalom da Paz) e Isnayde (Vocacional), professaram seus votos no Celibato pelo Reino dos Céus com a presença de toda a Comunidade.

As jovens Jéssica Rodrigues e Isnayde Barreto, da Comunidade de Vida, fizeram suas primeiras promessas na vivência do Celibato em Santa Missa realizada na Paróquia São João do Tauape, no bairro Joaquim Távora, na última segunda-feira, 23. A celebração, presidida por padre Karlian Vale, contou com a presença dos membros da Comunidade Católica Shalom de Fortaleza. Na ocasião, Moysés Azevedo, fundador da Comunidade, dirigiu uma mensagem especial para as missionárias.
Em sua partilha, Moysés, que também é celibatário, comentou que, ao ouvir a voz de Deus, os homens e as mulheres não devem ter medo de ofertar tudo. Ele advertiu ainda que “quando nós vamos dando não a Deus o nosso coração vai se endurecendo”. Por isso, pediu às jovens que firmassem os passos na oração, na oferta e na consolidação do chamado de Deus em suas vidas.
“Não deixem que outras vozes abafem o que Jesus disse a vocês”. Com essas palavras, padre Karlian animou as missionárias à não deixarem que possíveis planos e projetos humanos desviassem o coração delas da voz de Deus. “Tenham coragem de se decidirem por Jesus todos os dias, pois vocês receberam a herança eterna, como vimos na primeira leitura de hoje”, ressaltou.
Ao comentar que o sacrifício de Cristo é a fonte de toda oferta de vida, o sacerdote explicou que, por meio da consagração no Celibato, as duas jovens se sacrificavam, renunciando a possibilidade de constituir uma família, para a nossa salvação. Elas dão, com a consagração, os primeiros passos rumo à união perfeita com Jesus, segundo o padre.
Jéssica serve no Projeto Juventude para Jesus no Shalom da Paz e Isnayde serve na equipe do Vocacional. Para esta a consagração no Celibato foi a rendição mais feliz de sua vida.
O Celibato e a Vocação Shalom
“O celibato consagrado encontra sentido no fato de ser abraçado ‘pelo Reino’. Assim, ele não é de forma alguma algo negativo. O celibatário não é alguém que simplesmente renuncia ao amor conjugal, mas é antes alguém que se propõe a amar mais a Deus e aos seus irmãos, abrindo mão de um amor exclusivo por uma pessoa. Dessa forma, o celibato não é a negação da afetividade e da sexualidade, antes, ele constitui um redirecionamento dos mesmos.” (Formação Shalom disponível em https://comshalom.org/o-celibato-na-vocacao-shalom-3/)

Confira [Aqui] a galeria de fotos.

 

Por Jonas Viana

Fotos: Wallace Freitas


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *