Institucional

Testemunho: Alegria de ser Missionário!

comshalom

DSC00511

 

Meu nome é Rafael, sou consagrado na Comunidade de Aliança Shalom, onde sou membro há 10 anos.
Louvo a Deus por esta magnífica vocação e por sua misericórdia em ter me escolhido, me resgatado de onde eu me encontrava e ter me sustentado até aqui. Sou muito feliz por viver neste caminho de felicidade, mas como nos diz nosso fundador, não é um caminho de facilidade, e por isso passei por provações, dificuldades, sofrimentos. Bendito seja Deus por tudo!

Sou Engenheiro Eletricista e formei em 2006. Após a formatura, devido à falta de experiência na minha área, não consegui ingressar no mercado profissional. Passei muito tempo desempregado, procurando uma oportunidade, mas todas as portas estavam fechadas. Ao todo foram quatro anos buscando de alguma forma ingressar na minha área, mandando inúmeros currículos, tentando concursos, e nada. Com relação aos concursos, era impressionante que eu sempre ficava no quase, às vezes passava para cadastro reserva, mas chamavam uma quantidade inferior e bem próxima da minha colocação.

Durante este tempo, dei aulas particulares de Matemática e Física a domicílio e trabalhei em duas escolas públicas como professor em regime de professor substituto temporário.  Mas a maior parte do tempo fiquei mesmo desempregado. Foi um tempo de muito sofrimento, insatisfação, incompreensões. Após tanta luta por cinco anos para me formar em uma Universidade Federal, não conseguia ver os frutos deste esforço.

Em meio à tudo isso, procurava ser fiel a vocação, onde encontrava sempre consolo no Senhor e nos irmãos. Tinha esperança na intervenção do Senhor, apesar de não enxergar nada em minha frente, e de ter tido às vezes um sentimento de ter sido abandonado pelo Pai, como teve Jesus na Cruz.

Em meados de 2009, na minha intimidade com o Senhor, comecei a sentir um chamado aparentemente “incoerente”: partir em missão. Dizia eu: “Que loucura Senhor, como vou partir em missão diante desta realidade? Eu preciso ingressar no mercado profissional, preciso ganhar experiência, juntar algum dinheiro. Depois disso sim, poderia pensar em ir em missão. Se já está difícil conseguir um emprego após três anos de formado, sem experiência, imagine com quatro anos. É impossível alguém me dar uma oportunidade no meu retorno.”  Não tinha argumentos que convencesse o Senhor a mudar de idéia. Era cada vez mais forte o chamado. E eu rezava, pedia a ele que se fosse realmente Sua vontade , que não somente Ele me falasse, mas gritasse para mim. E através de pessoas, pregações, passagens bíblicas, moções, etc., o Senhor confirmava claramente a Sua Vontade. Graças a Deus, havia aprendido e tido a experiência que a vontade de Deus era o meu paraíso. Após quase um ano de lutas e resistências, tomei a coragem de dizer o meu “sim” a Deus. Era uma grande loucura, mas Deus me chamava e eu confiava cegamente no Seu Amor e cuidado em minha vida. Ele iria cuidar de todas as coisas. Mandei carta pedindo missão e em Julho de 2009 parti em missão por um ano para a missão de Eunápolis/BA.

Como era de se esperar enfrentei resistências, por parte da minha família, diante de toda esta “loucura”, mas ao final eles disseram que queriam que eu estivesse feliz, e se isso me fazia feliz, que era para eu ir (como fruto da missão, meu pai hoje participa da missa todos os domingos também).

Confesso que também tive medo de que o Senhor me pedisse para não mais voltar. Na missão, fui escolhido para ser pastor de um grupo de jovens e um misto, assumir o economato e fazer um programa de rádio em uma FM local. A missão foi um tempo de muita experiência com o Carisma, com a nossa missão no mundo. Percebi que realmente precisamos comprometer toda a nossa vida com a evangelização. Pude viver as bênçãos e desafios da vivência da pobreza e da obediência de uma forma mais intensa. Tive o meu olhar atraído para as coisas do céu. Descobri a alegria da vivência comunitária mais intensa, apesar dos desafios. Enfim, pude compreender que realmente o sentido da nossa vida está na evangelização, na doação da nossa vida para levar o amor de Deus ao mundo. Foi um dos melhores anos da minha vida. Experiência inesquecível. Não foi fácil, mas fui muito feliz!

Após um ano de missão, fui rezar para escutar do Senhor se era tempo de retornar ou se Ele me queria lá por mais um ano. Realmente era tempo de voltar. Retornei com saudades da missão e com alegria do retorno à minha casa. Impressionante é que assim que cheguei, no mesmo dia, soube que meu avô estava na UTI. No mesmo dia segui com minha mãe para Teixeira de Freitas ( passando por Eunápolis). Após dois dias ele faleceu. Compreendi que Deus cuidou de tudo, que me trouxe para que eu pudesse estar com ela neste tempo tão difícil, já que moro só com minha mãe.

Voltava então à minha realidade. Precisava de um emprego. Acreditava que o Senhor iria cuidar de tudo. Devido à minha ansiedade para trabalhar logo, e ao passar dos meses sem enxergar nada, novamente me angustiei e ficava perguntando ao Senhor o que fazer.

Mandava currículos, fazia concursos e nada. Mas Deus cuida de tudo e faz tudo em seu tempo. Através de um irmão da Comunidade, Manuel, ao qual sou muito grato, fui indicado e tive uma oportunidade de trabalhar como engenheiro numa construtora que prestava serviço para a Coelba – Empresa de Energia da Bahia. Trabalhava mais na parte administrativa e ganhava quase metade do meu piso salarial. Louvo muito a Deus por esta oportunidade, pois, apesar dos inúmeros desafios que passei nesta empresa, pude conseguir experiência na minha área.

Após um ano, esta empresa fechou e fiquei novamente desempregado. Após quatro meses, ficando no seguro-desemprego, recebi novamente uma ligação do mesmo irmão, me chamando pra uma entrevista. Por graça de Deus, fui selecionado para esta empresa onde estou até hoje.

Deus providenciou que este irmão trabalhasse comigo. Fui aprendendo com ele tudo aquilo que era necessário para o cargo que hoje ocupo. Louvo a Deus por tudo neste novo emprego, as condições, de trabalho, a localização. Deus cuidou dos mínimos detalhes.

É um trabalho que em nada me atrapalha na vivência da vocação. E amo muito o que faço. Deus providenciou e cuidou de todas as áreas da minha vida. Com relação ao meu estado de vida, fruto também de constantes orações, ele providenciou uma pessoal muito especial, que é minha namorada.

Estou me preparando para as promessas definitivas, em gratidão e em resposta a todo amor do Senhor na minha vida. Realmente, Deus cuida de tudo!

Por isso, aconselho a todos os meus irmãos da Comunidade de Aliança e da obra Shalom: Não tenham medo de escutar a vontade de Deus e de dizer o sim incondicional à esta vontade! Deus nos ama e sua vontade é felicidade para nossas vidas. Deus cuida de tudo, e tem um plano belíssimo para cada um de nós. Deus nos abençoe , Shalom!

Rafael Santos – Consagrado na Comunidade de Aliança Shalom
Salvador/BA

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Amei seu testemunho Deus sempre fiel, a cada palavra que li senti o agir de Deus isso é gratificante, felicidade em jesus cristo shalom!