Formação

Três lições que aprendemos com Santa Teresinha do Menino Jesus

Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face é uma grande santinha que se fez pequenina para agradar o coração de Jesus e do irmão.

comshalom

No dia 01 de outubro comemoramos a festa, em louvor, a Santa Teresinha. E é muito comum que celebramos esse momento realizando a sua novena em busca de alcançar graças através de uma intenção determinada, não é mesmo?

Mas, você já parou para pensar que antes de pedir algo aos santos, é necessário que supliquemos que possamos ser ao menos um décimo iguais a eles? Pois somente imitando-os, teremos a plena certeza, de que andaremos a passos largos rumo à santidade.

1ª lição: Santidade é sinônimo de felicidade

A santidade é algo possível de ser alcançado, é algo concreto, é “coisa” de gente normal, como eu e você. Existem tantas histórias de santos e santas que conhecemos que são grandes exemplos para nós.

Mas, você deve estar pensando “Eu não nasci para ser santo. Nunca vou realizar grandes obras, não sou capaz de ofertar a minha vida em sacrifício como mártir ou missionário.”

Saiba que não é preciso que sejamos iguais aos santos e santas, pois, muitas vezes, nós não teremos os mesmos dons e carismas, mas uma coisa é certa, a nossa vida cotidiana é a mesma, por isso Santa Teresinha é um exemplo para nós.

Jesus, pela sua infinita misericórdia, nos presenteia com a história de vida dessa grande e tão pequenina santinha que é Teresinha, e nos mostra que é possível, sim, viver como ela. 

Sua vida nos mostra que é possível evangelizar através do nosso modo de viver. Ela conseguiu viver algo que é totalmente possível que é a pequenez e a simplicidade de cada dia. Se assim o fizermos, iremos agradar o coração de Jesus, pois lutaremos dia após dia com radicalidade contra os pecados.

2ª lição: A pequena via de salvação

A pequena via, de salvação, de Santa Teresinha era viver dia após dia com simplicidade, intensidade e, principalmente, com amor. Ela viveu todas as virtudes teologais: fé, esperança e caridade, isso tudo porque ela colocou amor nas coisas mais simples.

Teresinha nos ensina que ser missionário é amar com gestos concretos, é aprender a vivenciar o amor em todas as situações, e, principalmente, nos empenharmos em  fazer sacrifícios para ter uma vida de oração e alcançar a cruz de Jesus.

Em sua imagem, Teresinha carrega consigo rosas, mas também a cruz, para nos ensinar que, para chegar enfim ao céu, é preciso trilhar uma via de santidade que exige que façamos sacrifícios diários.

Como disse São Pio X “A maior santa dos tempos modernos”; Teresinha é uma grande doutora da Igreja que nos mostra que a porta de entrada do céu é pequenina, por isso, é preciso se fazer pequeno e criança a fim de nos esvaziar de nós mesmos para encontrar aquele que é o único capaz de nos preencher.

3ª lição: Ser o feliz terceiro 

“‘Ser o terceiro!’ Se descobríssemos a alegria de vivermos esta vocação! É isto ser pobre: ser o terceiro.” (Pb, 10-11)

Que possamos pedir a graça de ter um coração que tem o Senhor e o irmão como prioridade, e enfim ser o feliz terceiro, como aprendemos no Carisma da Comunidade Shalom, vivendo o mais profundo desejo de deixar que Ele ilumine o nosso coração para que, concretamente, busquemos a pequena via, o ato de viver sem temor o mártir do amor.

Como vocação Shalom, somos chamados a descobrir, assim como Santa Teresinha, a viver a alegria de ser o FELIZ terceiro.

Convido você a ouvir holocausto de amor uma canção que foi feita para nos chamar a atenção de que é preciso diariamente abraçar a nossa pequena via, que fará com que coloquemos simplicidade e amor em tudo,  que somente pela divina misericórdia de Deus transformará tudo que o que somos, de tal modo que consigamos, enfim, correr em direção aos braços daquele que tudo suportou por nós.

Ouça agora a canção da Comunidade Católica Shalom: Holocausto de Amor

Por: Gabrieli Capelozza


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *