Formação

Tu sabes que eu te amo…

comshalom

José Ricardo Ferreira Bezerra

Antes de iniciar esta leitura, peça o auxílio do Espírito Santo para que não seja apenas mais uma leitura, mas que ela possa transformar sua vida: “Ó vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis, acendei neles o fogo do vosso amor, enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado e renovareis a face da terra”. Oremos: “Ó Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de sua consolação. Por Cristo Senhor nosso. Amém”.
Os leitores mais antigos desta seção sabem que o método da “Lectio Divina” consiste em quatro passos simples e eficazes para ler e meditar a Palavra de Deus. Muitos, porém, não o fazem devidamente, perdendo assim muitas graças. São eles: leitura, meditação, oração e contemplação.
Tomemos o evangelho de São João, capítulo 21, versículos de 1-19. Leia três vezes, com calma e atenção, mesmo que você já o tenha lido antes.
Reveja agora algumas atitudes e diálogos. Pedro havia decidido pescar e outros discípulos o acompanharam. Já de manhã, sem nada terem pescado, Jesus apareceu na margem e lhes disse: “Jovens, tendes algum peixe?” E ouvindo a resposta negativa, disse: “Lançai as redes à direita do barco e achareis”. Ao obedecerem e apanharem tanto peixe que as redes quase rompiam, o discípulo amado exclamou: “É o Senhor!” Pedro então se lançou do barco e foi ao encontro do Senhor. Queria antecipar-se, chegar primeiro. Após a refeição, Jesus perguntou três vezes se Pedro o amava. Duas vezes este respondeu: “Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo”. Na terceira, entristeceu-se, relembrando, talvez, a tríplice negação e complementou: “Senhor, tu sabes tudo, tu sabes que eu te amo”.
Pedro, um humilde pescador da Galiléia, recebera o convite para tornar-se pescador de homens (cf. Mt 4,18-19). Depois, a promessa das chaves do Reino para ligar ou desligar tudo em nome de Jesus (cf. Mt 16-18-19). E neste último encontro recebeu a tarefa de pastorear os demais discípulos. Como cumprir tão grande missão? Amando! Só pelo amor isto é possível, pois o amor vai além. “Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta” (1Cor 13,7). A ciência, o conhecimento, as línguas, as profecias, tudo passará. O amor permanecerá para sempre. É por ele que Pedro será fiel. Corrigindo os ignorantes. Sustentando os fracos. Incentivando os fortes. Para amar as ovelhas precisa amar a Jesus. Quem ama a Jesus, ama seus irmãos e irmãs. E ama-os até o fim, dando a própria vida. Pedro também seguiria o Mestre morrendo na cruz mas de cabeça para baixo, pois não se achava digno de morrer como Jesus, conforme a tradição.
Retome a leitura, meditando na sua semelhança com Pedro. Jesus agora pergunta a você: E tu? Tu me amas? A sua resposta também é como a de Pedro? Embora só exista um sucessor de Pedro no sentido mais amplo da missão, o Papa, cada um de nós também é chamado a pastorear outras pessoas. Por exemplo, os pais e mães devem cuidar dos filhos. Os professores, de seus alunos. Os governantes, de seus governados, etc. E como cumprir esta missão? Amando! Então, medite como está o seu termômetro de amor. Diga ao Senhor que mesmo na fraqueza você o(a) ama e deseja crescer mais no amor…
Continue em oração. E é a sua vez de escutar o Senhor lhe dizendo: “Tu, tu mesmo, tu sabes que Eu te amo? Tu sabes o quanto és precioso(a) para mim? Dei a minha vida por ti, porque te amo! Que mais poderia fazer para provar meu amor por ti? Eu te amo, filho(a) amado(a). Nunca duvides do meu amor”…
Continue em diálogo, escutando e falando com o Senhor. Louve-o e agradeça-o pelo seu amor e por tantos pastores que ao longo da sua vida cuidaram de você. Suplique a graça de também ser fiel em relação àqueles confiados a você. Não deixe que eles ou elas se percam.
Peça ao Espírito Santo a graça de contemplar os desígnios maravilhosos do Senhor, de mergulhar nas profundezas dos mistérios da sabedoria e ciência de Deus.
Você pode continuar sua “Lectio” com outros pontos deste Evangelho que o Senhor pode ter lhe mostrado. Não fique restrito, não se contente, siga as moções do Espírito.
Ao final é sempre bom anotar num caderno as graças que o Senhor lhe concedeu para não esquecê-las e depois retomá-las para louvar e bendizer a Deus.

Shalom!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *