Mundo

Vaticano responde às necessidades dos católicos nas redes sociais

comshalom

9286_bannerO Secretário do Pontifício Conselho das Comunicações Sociais, Dom Paul Tighe, participou do evento International Communication Summit Roma 2013, onde explicou que a Igreja aproveita as Social Media para levar todos os dias a mensagem de Deus a mais pessoas no mundo.

Para Dom Tighe o mundo não vive uma mudança tecnológica, mas sim uma mudança na cultura da comunicação.

O perito enfatizou que é necessário convidar todas as pessoas a aproximar-se de Deus através destes novos canais de comunicação e, ademais, compartilhou a sua experiência na administração de uma comunidade online de seguidores.

Dom Tighe explicou que a comunidade online “não é necessário administrá-la, mas sim apoiá-la com recursos”.

“Os católicos presentes nos Social Media necessitam de recursos em sua língua própria, motivo pelo qual, desde o Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, continuaremos trabalhando para experimentar com estas novas ferramentas, e o social media pode ser um grande canal para consegui-lo.”, indicou Dom Tighe.

Suas declarações coincidiram com o anúncio de que as contas oficiais do Papa no Twitter já superaram os 10 milhões de followers e o lançamento oficial da conta no Instagram do Vaticano (Instagram.newsva) que já conta com mais de 15.000 followers.

Dom Tighe recordou as palavras do Papa Francisco sobre estes novos canais de comunicação: “Os cristãos têm que estar nos Social Media, participando das conversações, sem medo, e interatuando com todas as pessoas”.

Neste contexto, o funcionário aconselhou saber escutar e guardar silêncio, porque “o silêncio nos permite escutar e refletir”. Do mesmo modo, pediu ajudar a todos os cristãos para continuar com a “evangelização digital”.

Sobre os trolls e ataques anônimos, Dom Tighe dirigiu um conselho a todos os presentes. “É necessário ser iguais na vida real e na vida digital, com humildade e transparência”, indicou.

Neste encontro, onde se refletiu sobre a relação entre as instituições e o cidadão, também participaram Harper Reed, estrategista da campanha online do presidente dos Estados Unidos Barack Obama, e a autora a Chinesa Jung Chang.

 

Fonte: ACI Digital


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Realmente excelente, também tenho ajudado nessa distribuição de artigos de evangelização digital.
    Más, tem que haver uma orientação por parte dos líderes religiosos, com relação ao uso das redes sociais, pois tenho visto inúmeras pessoas em diversas missas, em paróquias e comunidadese curtindo e compartilhando artigos durante a missa.
    Como uma epidemia, se não for tratado enquanto ainda se tem um controle, chegaremos ao caos total.