Institucional

Vigília de evangelização: Proporcionar uma experiência pessoal com Jesus

10

“Não há como atrair essas pessoas sem que antes, elas mesmas, tenham tido uma experiência com o próprio Jesus, por isso, saímos dois a dois, como ele nos enviou”.  A explicação é de Antônio Jonas, coordenador da primeira vigília de evangelização, realizada neste sábado (8) na Vila de Ponta Negra.

Um dos principais cartões postais de Natal, Ponta Negra tem em sua vila, a região que está entre os cinco bairros que possui, os maiores índices de comercialização de drogas, prostituição e criminalidade da capital potiguar.

Conscientes desta realidade, cerca de 800 pessoas entre missionários e Obra Shalom realizaram no fim da tarde e noite a vigília de evangelização, que contou com visitas porta a porta, adoração e terminou com uma apresentação de street dance de um grupo da própria vila ( http://youtu.be/RCYvgBoNGLw) que já foi convidado a se engajar e participar do grupo de oração recém formado que já está se reunindo aos domingo às 16h e que farão o Seminário de Vida no Espírito Santo no Renascer.

b  Visita

Micarla e Lindalva Rodrigues, nora e sogra respectivamente, foram algumas das moradoras que receberam a visita dos missionários. A primeira, grávida de oito meses do quinto filho, foi uma das primeiras residentes do bairro, trazida há 30 anos pelo avô, pescador da região e viu de perto a população e a criminalidade da sua vizinhança crescer.

Apesar de se dizer agnóstica, Micarla obteve com a visita, o incentivo para voltar a recitar o terço da misericórdia diariamente, uma das poucas orações que ainda tem na memória, e interceder por sua família. Ela espera que a chegada de uma comunidade católica no bairro não só atraia mais pessoas para a igreja, como também,  mude a realidade de jovens como o seu esposo, que se envolveu no mundo do crime e cumpre pena na penitenciária de Alcaçuz.

a

 

 

 

Intercessão

Enquanto a maioria partia pelas ruas do bairro, um grupo de intercessores participavam de uma oração comunitária na Igreja de São João Batista, ponto de encontro da vigília.   A missionária da Comunidade de Aliança, Lourdes Dantas, de 75 anos, foi uma das intercessoras.  Ela conta já ter vivido em Ponta Negra por 17 anos e sempre enxergou a necessidade de que a igreja fosse mais presente na região da vila.  Por isso, agradeceu a Deus em suas orações a atenção pela região. “Essa foi a primeira vitória de muitas batalhas que serão travadas, a intercessão foi muito forte”.

Para  o  padre João, pároco da Vila, “não tem porque não apoiar ações como esta que só contribuem para somar e  levar a população, uma palavra de paz, de esperança, de amor e todos que chegam aqui para somar, contam com nosso apoio “.

Por: Larissa Moura e Luiz Eduardo Andrade

Confira a galeria de fotos da vigília clicando no link abaixo:

https://comshalom.org/galleries/vigilia-de-evangelizacao/


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *