Formação

Viva o Ano Sacerdotal

comshalom

Dom Orlando Brandes

Todaa Igreja será agraciada com o Ano Sacerdotal. Jesus demonstrou muitocarinho pelos seus Doze. Passou uma noite inteira rezando paraescolhê-los. Escolheu os que quis (Mc 3, 13). Criou com eles um fortevinculo de amizade e discipulado. Educou-os na ótica do evangelho.Motivou-nos a pedir ao Senhor da messe, mais operários. Despede-se domundo com a oração sacerdotal (Jo 17).

Ateologia ensina que o padre age na pessoa de Jesus, em nome da Igreja eem favor do povo. Ele é a ponte, a escada, a rota entre Deus e o povo.O padre está a serviço da nova humanidade em Cristo. É consagrado paraum mundo novo, é ordenado para ordenar o mundo na ótica do amorfraterno. A história de uma vocação é uma história de amor e desalvação. Deus ama os padres porque ama seu povo. Tudo que se diz dopadre é em benefício do povo. O Ano Sacerdotal, é um ano do povosacerdotal.

Opadre tem obrigação de ser homem de Deus. Quem vai à farmácia querremédio, quem vai à padaria quer pão, quem vai ao açougue quer carne,quem vai ao padre quer Deus. O padre é um perito nas coisas de Deus, éa visibilidade do amor de Deus, é o administrador dos mistérios deDeus. O sacerdócio é um mistério insondável de amor.

SãoFrancisco de Assis dizia: “quero temer, honrar e amar os sacerdotescomo meus senhores, pois neles está o Filho de Deus. Não levo emconsideração os seus pecados, porque reconheço neles o Filho de Deus eeles são os meus senhores”. Notemos que no tempo de São Francisco oclero vivia numa época de decadência. Só o amor haverá de soerguer osacerdote ferido e caído. S. João Vianney afirma que morreríamos deamor se conseguíssemos compreender o sacerdócio na terra. Só serácompreendido no céu.

SantaTeresinha do Menino Jesus confessa: “vim para o Carmelo para rezarpelos sacerdotes”. Continua afirmando: “Deus não chamou os que sãodignos, mas os que Ele quis. É por misericórdia que Deus chama”. Todavocação tem sua raiz na misericórdia de Deus, porque nós padres somos“vasos de argila” carregando o mistério. O padre não é anjo nemdemônio, é homem consagrado no qual Deus apostou.

Nossospadres não precisam tanto de confetes, mas de compreensão, colaboração,perdão e oração. Por outro lado, o povo quer um bom médico, um bomprofessor, um bom advogado, forçosamente quer ter um bom padre.Ajudemos nossos padres a serem bons e santos. Um povo sem padre decaiem desumanidades. Ninguém como o padre tem o poder de anular, destruire vencer o mal. Só o padre pode dizer: “Eu te absolvo. És agorainocente. És nova criatura. Vai em paz”. Só o padre pode dizer: “Isto éo meu corpo” e assim acontece o maior milagres da história que ecoa portodo o universo. O padre torna Jesus nosso contemporâneo pelaEucaristia.

AIgreja depende do trabalho dos presbíteros. Por isso o Concílio apontaseis qualidades do padre: bondade de coração, sinceridade, coragem,constância, cultivo da justiça, fineza. Os sacerdotes são ministros deDeus, colaboradores dos bispo, promotores dos leigos, transformadoresda sociedade. O sacerdócio é sacrifício e alegria, dom e tarefa. Aovelha não produz a lã para si, a abelha não faz o mel para si, as avesnão fazem o ninho para si. Assim, o padre não existe para si. Ele é deDeus e para os outros. Promove a glória de Deus e a salvação do mundo,daí a necessidade de o padre ser um especialista em Deus e um perito emhumanismo.

Antesde ser consagrado, o padre é alguém humano, rodeado de fraqueza. Pelobatismo, o padre é um cristão, um discípulo, é ovelha do rebanho, “paravós sou bispo, convosco sou cristão”. Num terceiro momento vem osacerdócio. Que nós bispos e padres sejamos, pois, humanos, cristãos esacerdotes.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *