Notícias

Voluntários ajudam a construir o Palácio Shalom Amigo dos Pobres

Espaço contará com quatro áreas principais para atender os moradores de rua.

comshalom

Em novembro de 2019, o Papa Francisco abençoou uma grande edificação que pertencia ao Vaticano desde 1930 e o transformou em um espaço para acolher sem tetos, oferecendo  serviços de dormitórios e alimentação para os vulneráveis. O antigo Palácio dos Melhores, como era conhecida a construção, se tornou o Palácio dos Menores. 

A mais de 7 mil quilômetros de Roma, na capital cearense, o Projeto Shalom Amigo dos Pobres constrói uma nova Casa São Francisco para pessoas em situação de rua. O  novo espaço está sendo chamado de Palácio dos Pobres, todo  construído graças a muitos voluntários que estão na linha de frente do projeto.

Arquitetas voluntárias da NLPX partilham da alegria de tirar do papel um projeto capaz de transformar vidas.

“A história desse projeto começou na NLPX assim que a gente retornou ao escritório logo após a quarentena. A  Mariana Fiúza, da Diagonal engenharia, me ligou fazendo um convite irrecusável  para participar da construção da Casa São Francisco.  A ideia apresentada era construir um espaço que pudesse favorecer a reinserção dos moradores de rua na sociedade”, relata Priscila Ximenes, da NLPX.

A empresária Mariana Fiúza conta que Diagonal sempre teve um sonho de fazer um projeto social. “Nessa pandemia Deus nos inspirou a tirar do papel esse projeto. Hoje a casa está se tornando realidade”, celebra Mariana que junto a outros parceiros prepara o novo espaço. 

Moysés Azevedo, fundador da Comunidade Shalom, visita a nova Casa São Francisco.

A consagrada da Comunidade de Aliança, Adalgisa Sá, responsável pelo Projeto Shalom Amigo dos Pobres, em Fortaleza, acompanha de perto toda a construção desde o início. “Começamos logo no início do pandemia com a entrega de quentinhas, foram mais de 70 mil pratos  distribuídas, além de itens de higienização e doação de roupas . Sentimos o impulso de ir socorrer os nossos irmãos mais necessitados. Diante dessa construção, toda nossa gratidão às arquitetas da NLPX e a Diagonal, que juntos estão edificando este belo espaço. Quando vimos o projeto ficamos encantados e emocionados. Dissemos: ‘bom, esse é o nosso palácio, o palácio Shalom Amigo dos Pobres”, relembra. 

A arquiteta Mayara Magda explica que a Casa São Francisco foi dividia em quatro áreas principais. “Ambiente espiritual, da saúde, alimentar e a da ressocialização. Eu fiquei responsável pela área de saúde, um espaço composto por três salas para atendimentos clínicos  e gerais”, relata. 

Renata Mont’alverne, arquiteta, ficou responsável pelo refeitório. “Antes eram distribuídas quentinhas nas praças da cidade. Agora os atendidos pelo projeto  passarão a ter um cantinho apropriado para isso. Precisava ser um espaço acolhedor onde eles possam se sentir amparados”. 

Lorena Peixoto, também arquiteta,  testemunha que é   muito prazeroso fazer parte desse projeto, além de  saber que estão ajudando a transformar vidas. “Eu acho importante  esse projeto ter surgido em 2020, um ano tão difícil, tão turbulento para tanta gente, onde muitas pessoas passaram a precisar de amparo e onde nós precisamos mais praticar a nossa empatia”, reflete. 

“Não tem coisa mais gratificante do que trabalhar de domingo a domingo para entregar da melhor forma possível a Casa São Francisco, de dar um lar a quem necessita”, comemora  Karoline Ferraz, da Diagonal Engenharia.

Ajude o Projeto Shalom Amigo dos Pobres clicando [AQUI].


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *