Notícias

Voluntários falam sobre a alegria e a gratidão de servir no Renascer

Conheça os bastidores de um evento que é grandioso porque transborda o amor e a gratuidade do serviço.

O Renascer só é possível porque milhares de pessoas ofertam os seus dias de carnaval para que outras tenham um feriado com mais esperança e mudança de vida.

A ação de Deus na história de cada voluntário

Jéssica Caroline, missionária da Comunidade Shalom, aprendeu a adorar a Jesus em um Renascer aos seus 10 anos, vendo os pais na adoração.
Eu ficava olhando o jeito que eles faziam na hora da adoração e ia imitando os seus movimentos diante de Jesus. Com o tempo, fui aprendendo e trazendo pra minha vida e hoje trago no coração a gratidão de servir e ser canal para as pessoas daquilo que Deus fez na minha vida.
Megguiane Mereth está em missão na Diaconia Shalom.  A missionária  coordena o programa de voluntariado da Comunidade. “Servir na Promoção Humana é a oportunidade de tocar na vida daqueles que passam no stand com diferentes histórias. Para mim, servir no Renascer é se doar para os outros.”

Quando nem o idioma é um empecilho

O francês Samuel Briois, chegou ao Brasil em 2018 como jovem missão e foi no Renascer que ele pôde sentir a graça de Deus acontecendo.
 
“Naquele ano eu estava aqui como servo de seminário, tinha muita dificuldade com a língua, mas foi uma experiência incrível, porque pude ver a graça de Deus agindo nas pessoas através do meu serviço, mesmo com minha limitação linguística. Percebi que não era nada vindo de mim, mas tudo do Espírito Santo. Sou muito grato por isso”, finalizou Samuel.

Tocar em narrativas reais

O missionário Luiz Augusto, experimentou do profundo amor de Deus no Renascer de 2007. No evento daquele ano, ele sentiu que Jesus o chamava a ser Seu instrumento e a transbordar do Seu amor na vida de outras pessoas. Pouco tempo depois ele ingressou na Comunidade de Vida Shalom.
 
Passar no stand da livraria não é apenas uma visita comum no Renascer. Sempre tem uma conversa, uma história uma partilha… foi o que contou Edson Robson da Silva, missionário consagrado da Comunidade de Aliança Shalom, que é  gerente da livraria do evento.
 
 “O que me marca sempre, é que o meu trabalho na livraria é uma oportunidade de abordar e de conhecer as pessoas através dos nossos produtos. No reencontro sempre existem pessoas que me procuram porque foram evangelizadas por mim no stand  livraria. Isso é muito gratificante”, conclui.
 
Participar do Renascer não é apenas viver uma festa de carnaval. Muito mais que se divertir, é viver a experiência de transbordar o amor de Deus e de ter um encontro particular com Ele.
 
Neste carnaval escolha Renascer neste amor gratuito.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *