Notícias

3 santos que mudaram o mundo com a solidariedade

comshalom

“Identificação com as misérias alheias; conhecimento do sofrimento daqueles que são pobres”, essa é uma das definições que o dicionário nos dá sobre ser solidário. Mas não se limita apenas à identificação.

Hoje vamos conhecer 3 santos que mudaram o mundo através da solidariedade, santos que encarnaram em sua vida a misericórdia e são lembrados até os dias atuais por abraçarem homens e mulheres que a sociedade, em seus tempos, não era capaz de acolher e amar.

São Francisco de Assis

Francisco nasceu em Assis, na Úmbria (Itália), em 1182. Vindo de uma família rica, o jovem era conhecido por ser orgulhoso, vaidoso, por gostar de festas e badernas. Tinha o sonho de ser um grande cavaleiro, de ganhar fama através da guerra.

Mas exatamente na guerra, após cair doente, teve sua experiência com Deus e, a partir desse momento, deixou tudo aquilo que almejava, para viver do Reino. Começou a passar grande tempo ermida de Nossa Senhora chamada Porciúncula, onde ali, tantos outros se uniram ao Irmão de Assis, no trabalho do campo, na pregação, no auxílio aos doentes, no despojamento de si mesmo pelo outro.

Os irmãos saíam pelas estradas proclamando a Boa Nova do Evangelho, e pregando a caridade como fonte de graça, não se deixando prender por coisas materiais, mas ainda, dando o pouco que tinha aos que nada tinham.

Santa Dulce dos Pobres

Irmã Dulce, a primeira santa genuinamente brasileira, foi uma religiosa da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Salvador, na Bahia. Mas sua missão com os pobres começou aos 13 anos, quando, acolhendo mendigos e doentes em sua casa, transformando a residência da família num centro de atendimento. A casa ficou conhecida como ‘A Portaria de São Francisco’, tal o número de carentes que se aglomeravam à sua porta.

Santa Dulce ficou conhecida pelo atendimento, atenção e amor aos mais necessitados, de fazer da sua vida uma doação perene, de não poupar esforços para que homens e mulheres pudessem ter o mínimo de dignidade em suas dores.

Entre suas obras estão hospitais, com diversas especialidades, escolas, casas de acolhimento; e todas essas ações são gratuitas, disponíveis para toda população não apenas de Salvador, mas do Brasil inteiro.

São Damião de Molokai

O missionário Josef de Veuster-Wouters nasceu na Bélgica, fez parte da Congregação dos Padres dos Sagrados Corações de Jesus e Maria, onde adotou o nome de Damião, e a partir de um pedido da Igreja, teve sua vida transformada.

Um bispo do Havaí, arquipélago do Pacífico, estava em Paris, onde ministrava algumas palestras e desejava conseguir missionários para a região de Molokai. Ele falava da realidade do local, que as autoridades faziam de “depósito” de leprosos, já que havia certa dificuldade de acesso, garantindo, assim, que os doentes não saíssem.

Damião, recém ordenado, percebe que o apelo do bispo vinha primeiramente de Deus e decidiu que iria a Molokai, e ali se estabeleceu junto com outros três missionários e começou a cuidar do povo, a dar os cuidados mínimos, um enterro decente aos que estavam jogados pela ilha.

E assim viveu, até que 1885, dez anos depois de sua chegada, após colocar seu pé em uma bacia de água quente, percebeu que nada sentia e ali teve a certeza de contrair lepra. E mesmo com a doença, São Damião Molokai serviu aos mais necessitados até o final de sua vida. E o santo veio a falecer em Molokai, onde viveu inteiramente para o Reino.

Solidariedade que inspira

Inspirados nestes santos, nos preparamos para o Halleluya Solidário 2021. O evento acontecerá de 23 a 25 de julho, 100% online, mostrando as ações de Promoção Humana da Comunidade Shalom ao redor do Brasil.

E você poderá também viver a solidariedade através da sua doação, e de casa mesmo, ser um missionário, ser um coração generoso que entendendo a necessidade do mundo, ajudará a alcançar mais pessoas, transformar mais vidas, trazer integridade, inseri-las em um novo tempo, dar uma nova esperança.

Serviço

Festival Halleluya 2021
Quando: De 23 a 25 de julho de 2021
Onde: Canal do Youtube do Festival Halleluya 
Mais informaçõesSite oficial

Instagram: @festivalhalleluya
Facebook: Festival Halleluya

Paula Caeiro


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *