Formação

As virtudes na hora da alimentação

Você sabia que devemos ser virtuosos também ao comer?

comshalom

Virtude é uma “disposição habitual e firme para praticar o bem”, essa é a definição que traz nosso Catecismo da Igreja católica (CIC). Existem quatro virtudes cardeais: prudência, justiça, fortaleza e temperança. Aqui eu quero dar ênfase na primeira e na última. A prudência é a virtude condutora das virtudes, pois, segundo o Catecismo, ela guia e ordena todas as outras, indicando assim a regra e a medida, guia o juízo e a consciência.

A temperança leva ao equilíbrio no uso dos valores e assegura o domínio da vontade sobre os instintos. O CIC ainda nos fala que no Novo Testamento, ela pode ser encontrada como “moderação”, ou “sobriedade”.

Sabendo então esses conceitos, devemos parar e refletir um pouco: será que eu tenho sido uma pessoa virtuosa com a minha alimentação? Eu percebo a prudência no meu comer, ou como até mesmo o que me prejudica? Diante do meu alimento favorito, eu consigo me controlar e comer só o suficiente, ou quero comer o que vier pela frente?

____________

Somos chamados a viver as virtudes. Devemos ser prudentes e ter temperança na nossa vida e na nossa alimentação, não seria diferente. Assim, poderemos ter uma saúde mais conservada, tendo em vista que com base nessas virtudes não iremos cometer excessos, nem escolher aquilo que nos fará mal.

Uma pessoa que é portadora de diabetes mellitus, por exemplo, uma doença caracterizada pelo aumento de açúcar no sangue, deve ter o discernimento na hora de fazer as suas escolhas alimentares para não prejudicar a sua saúde. Para isso, ela deve contar com o auxílio das virtudes, com a prudência no cuidado ao se alimentar e com a temperança no equilíbrio da sua alimentação, para que não cometa exageros.

O comer vai além de ser um ato fisiológico da busca por energia, existem outros fatores importantes que o envolvem: o social, comer na companhia de alguém, o emocional, um alimento pode estar ligado à uma memória, e o cognitivo, o conhecimento acerca daquele alimento. Para que tudo isso repercuta bem dentro de nós, precisamos ter boas escolhas alimentares.

Por isso, antes de comer, faça uma reflexão sobre aquele alimento que está diante de você e sobre a quantidade que  você está comendo. Coma alimentos que possam te dar bem estar, mas sem exagerar nas quantidades. E seja virtuoso!

Larissa Eleutério | Missionária da Comunidade Católica Shalom

Nutricionista e mestranda em Nutrição e Saúde

Leia também

Covid-19: Nutricionista orienta sobre como fortalecer a imunidade


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *