Igreja

Como obter indulgência plenária no último e no primeiro dia do ano

Para lucrar a indulgência, o fiel deve cumprir exigências específicas para os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro.

comshalom

A Igreja Católica oferece indulgências plenárias aos fiéis nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. É possível lucrar a indulgência para o próprio fiel ou para a alma de um defunto. As condições obrigatórias para lucrar a indulgência plenária são as mesmas de sempre. Ou seja: fazer a confissão sacramental, comungar, rejeitar todo apego ao pecado e rezar em intenção ao Papa. Mas atenção: particularmente para estas datas, a Igreja exige orações específicas em cada um dos dias. 

>> Acompanhe a Comunidade Shalom no YouTube

Para o dia 31 de dezembro

No dia 31 de dezembro, a Igreja concede indulgência plenária a todas as pessoas que participarem da Santa Missa e rezarem ou cantarem publicamente o “Te Deum”. Vale lembrar que é preciso também cumprir todas as condições habituais acima descritas.

Clique aqui para acessar a íntegra do “Te Deum”.

Para o dia 1º de janeiro

Na Missa do primeiro dia do ano civil, o fiel poderá lucrar indulgência plenária se, além de cumprir as condições básicas, rezar ou cantar em público o “Veni Creator Spiritus”.

Para acessar o hino em honra ao Espírito Santo clique aqui.

Vale dizer que uma só confissão vale para os dois dias, entretanto, a comunhão e as orações pelo Papa devem ser feitas em cada um dos dias de celebração. Outro detalhe importante: lucra-se apenas uma indulgência a cada dia.

O que é Indulgência Plenária ?

Na definição do Catecismo da Igreja Católica, Indulgência  “é a remissão, perante Deus, da pena temporal devida aos pecados cuja culpa já foi apagada; remissão que o fiel devidamente disposto obtém em certas e determinadas condições, pela ação da Igreja, a qual, enquanto dispensadora da redenção, distribui e aplica por sua autoridade o tesouro das satisfações de Cristo e dos santos” (CAT 1471).

O Catecismo ainda ensina que “a  indulgência é parcial ou plenária, consoante liberta parcialmente ou na totalidade da pena temporal devida ao pecado”. Também vale lembrar que “o  fiel pode lucrar para si mesmo as indulgências […], ou aplicá-las aos defuntos” (Cf. CAT 1471)

Como obter Indulgência plenária? 

A Indulgência Plenária é concedida, nas condições do costume quando o fiel faz sua confissão sacramental, comunhão eucarística e oração pelas intenções do Santo Padre.

Saiba como fazer um bom exame de consciência | 32 dúvidas frequentes sobre o sacramento da Confissão

 

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.