Shalom

Como vou vencer se sou tão fraco?

A liberdade, no homem, é uma força de crescimento. Uma força de amadurecimento na verdade e na bondade.

comshalom

“Como vou vencer se sou tão fraco?” Quem nunca se fez essa pergunta diante de tantas situações em que fizemos aquilo que não queríamos?

É importante saber que não estamos em qualquer caminho. Mas vivemos num combate verdadeiro entre o homem novo e o homem velho. Para o homem novo vencer esse combate, muito nos ajuda aprender o que é liberdade.

“É para a liberdade que Cristo no libertou!” Se é para a liberdade, não podemos querer outra coisa senão a esse grande dom.

Deus nos criou livre, obra prima da sua criação. Lembre-se, você não é como qualquer outra coisa criada. Ele te fez uma pessoa, com a dignidade de filho de Deus, que tem inteligência e vontade e consegue compreender que a liberdade é um dom.

A liberdade, no homem, é uma força de crescimento. Uma força de amadurecimento na verdade e na bondade.

A liberdade encontra a perfeição quando se busca o bem. Portanto ser livre, é escolher o bem, o amor, a Deus.

Quanto mais o homem encontra-se com o bem, com a verdade, mas ele encontra a liberdade.

Como é que podemos ser livres?

Escolhe, pois, a vida!

Escolhe, pois, o bem!

Escolhe, pois, a beleza!

Escolhe, pois, a bondade!

A liberdade não pode não deixar o homem responsável pelos seus atos. A liberdade verdadeira faz do homem verdadeiramente responsável por seus atos. Deus criou o homem com o dom da razão para conduzir suas vidas e dominar os seus atos. Por isso, Deus deixou o homem nas mãos de suas próprias decisões. Você é capaz de pensar. De ser senhor dos seus atos.

Mas, entenda!!!

Para que não nos percamos, precisamos entender que a nossa natureza não está livre do pecado original. Sabemos que somos frágeis. Mas hoje, podemos falar que também somos fortes. Somos fortes quando vivemos em Deus.

Tudo o que me conduz para a morte, e não para a vida, é escravidão. Tudo o que me conduz ao ódio, e não para o bem, é escravidão. A liberdade gera a paz.

Mas como é que podemos vencer diante de tantas situações que nos afastam de Deus? É preciso depender do amor de Deus.

Tantas vezes, quando estamos progredindo no caminho para ser mais de Deus, muitas situações nos atrapalham. Mas lembre-se Deus é soberano em seu amor.

Lembre-se de Madalena, ela que era uma pecadora pública, tornou-se santa pelo amor de Deus.

São Paulo de perseguidor orgulhoso, caiu do cavalo e tornou-se o anunciador pelo amor de Deus.

Depois de tudo o que eu vivi, o que eu faço? “ Se Deus é por nós, quem será contra nós.” É Deus quem te justifica.

Quem te separará do amor de Cristo? A angústia? Os vícios? A tentação contra a castidade? A tristeza? O consumismo? Em tudo isso, somos mais que vencedores, graças aquele que nos amou: Cristo Jesus!”

Nada pode te separar do amor de Cristo! Nada! Nossa vida encontra a última palavra no amor de Deus. O remédio para a nossa fraqueza é o amor Deus manifestado em Cristo. E esse amor nós o conhecemos por uma experiência que permite dizer que nada pode nos separar do amor de Deus, e da liberdade que para nós, Ele conquistou.

É uma liberdade cheia de felicidade com um sorriso alegre que brota de dentro para fora, sorriso largo, que não se pode aprisionar, porque está sustentado pelo amor de Deus que, de mim, não quis nunca se separar.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *