Formação

Confira 14 lições de Santa Catarina de Sena

No dia a dia, Santa Catarina exercia seu ofício com o pensamento e o coração unido intimamente a Deus.

comshalom

Ela era uma jovem magra, de altura mediana. Costumava usar roupas pobres, entretanto cuidava muito bem da sua limpeza pessoal. Bom, estamos falando de Santa Catarina de Sena. Uma religiosa que gostava muito de trabalhar e que estava sempre ocupada. No dia a dia, ela exercia seu ofício com o pensamento e o coração unido intimamente a Deus. Bom, a seguir, vamos conferir algumas lições de Santa Catarina.

>> Acompanhe a Comunidade Shalom no YouTube

Catarina também passava longas horas em oração, não comia muito e dormia quase nada. Estava sempre serena e sorridente. Com amor, acolhia cada pessoa. Ela tinha ainda um gosto particular pela música, gostava de cantar bastante e tinha, inclusive, uma voz agradável. Ah Catarina amava a natureza.

A jovem tinha muitos dons carismáticos. Ao receber alguém, de cara, já percebia, por intuição, o segredo do coração da pessoa. Quando precisava falar em público, não tinha vergonha. Inclusive, os ouvintes não se cansavam fácil com ela. Vale destacar que, a tratar de assuntos referentes a vontade de Deus, Catarina não se preocupava em agradar ou desagradar, fosse quem fosse, ela dizia a verdade do seu coração.

Confira a seguir 14 lições de Santa Catarina de Sena

1 – A perseverança no bem;

2 – O perdão dos inimigos;

3 – A lembrança da morte;

4 – A vivência de uma boa confissão;

5 – O amor por ouvir a Palavra de Deus;

6 – A eucaristia diária;

7 – A recitação com prazer da Liturgia das Horas;

8 – Não se afastar da oração;

9 – A consciência das faltas cometidas contra Deus;

10 – O conhecimento acerca da grandeza divina, que tanto fez e faz por nós;

11 – A recitação, a cada dia, do Ofício da Virgem Maria, para que ela seja vosso conforto e advogada junto de Jesus;

12 – A organização da vida;

13 – A vivência ordenada, como pessoa que não quer fazer do próprio estômago o seu deus, pois, de fato, é impossível que alguém, desordenado no comer, conserve-se na inocência;

14 – A virilidade e disposição para a luta, para o sofrimento e a doação de si.

Leia também | 5 passos para fazer o seu Projeto de Vida Pessoal


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *