Mundo

Dia Mundial Humanitário recorda brasileiro morto em missão de paz no Iraque

comshalom

sergiovieirademello

Trabalhadores humanitários são homenageados nos 13 anos da morte de Sérgio Vieira de Mello, que era chefe da missão de Paz da ONU no Iraque, e de mais 21 funcionários e colaboradores da instituição

Celebra-se nesta sexta-feira (19/08) o Dia Mundial Humanitário, proclamado pela ONU, em 2008, sobre o tema: “One Humanity – Uma Humanidade”.

O objetivo da resolução é “homenagear todos os trabalhadores humanitários e funcionários das Nações Unidas que perderam suas vidas no cumprimento de suas missões e trabalhando na promoção da causa humanitária, ao apoiar as vítimas dos conflitos armados”.

Em 2008, foi aprovada também a proposta da Suécia sobre “Fortalecimento da Coordenação da Assistência Humanitária de Emergência das Nações Unidas”.

A resolução convida todos os Estados-Membros, bem como outras Organizações internacionais e Não-governamentais, a observar anualmente esse dia, que também é “Dia da Memória dos Trabalhadores Humanitários”, caídos no exercício do seu trabalho.

Memória

No dia 19 de agosto recorda-se ainda o brasileiro Sérgio Vieira de Mello, o Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, designado como representante especial do Secretário Geral das Nações Unidas para o Iraque. Junto com outros 21 funcionários e colaboradores da ONU, morreu tragicamente em Bagdá em 2003 no cumprimento da sua missão de paz.

Neste “Dia Mundial Humanitário” sob o tema “Uma Humanidade”, procura-se unir os esforços, em todo o planeta, para ajudar aqueles que mais necessitam.

Por ocasião deste evento, as maiores atividades e cerimônias realizam-se em Nova York, na sede da ONU.

Neste dia pode-se fazer donativos a uma organização humanitária local ou internacional. Pode-se também divulgar as causas atuais mais urgentes nas redes sociais. Existem mais de 130 milhões de pessoas que precisam de ajuda humanitária para sobreviver.

O “Dia Mundial Humanitário” foi comemorado, pela primeira vez, em 19 de agosto de 2009. Em 2012, a cantora Beyoncé Knowles foi nomeada embaixadora da causa humanitária no mundo, dedicando sua música “I Was Here” do seu quarto álbum de estúdio para o projeto.

Fonte: Rádio Vaticano


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *