Shalom

Dois testemunhos: o encontro de gerações na vida missionária

A primeira história é de uma consagrada com 24 anos de Comunidade Shalom e a outra é de um jovem de 24 de idade, hoje também consagrado.

comshalom
(Imagem/Shalom Belém)

Na matéria de hoje, vamos conhecer duas histórias que celebram o encontro de gerações na vida missionária: uma consagrada com 24 de comunidade e que renova todos os dias a sua experiência com o “100 vezes mais” do Evangelho e um missionário com 24 anos de idade, que está apenas iniciando sua vida em missão, mas que já contempla os frutos de sua oferta a Deus, à Igreja e à humanidade. 

A promessa dos “cem vezes mais” é real 

Meu nome é  Luciana Mariano Dada Silva e quero partilhar com vocês um pouquinho da alegria da minha vida missionária. Alegria essa de ver a promessa do “cem vezes mais” do Evangelho de Marcos 10, 28-30 se realizar todos os dias na minha vida. 

Tenho 47 anos, sou natural de Santo André (SP), e em março deste ano celebrei 24 anos de vida missionária como Comunidade de Vida Shalom. Sou muito grata a Deus por me ter dado e pedido tanto nesses anos. É realmente, como diz a Palavra, um caminho estreito, de renúncia, de Cruz, mas também um caminho de Ressurreição. Como me sinto realizada ao olhar para trás e reconhecer que Deus realmente me deu cem vezes mais! Deu cem vezes mais irmãos e irmãs, pais e mães, casas e até outros países, com línguas e culturas diferentes. 

Tantas pessoas já passaram pela minha vida e foram alcançadas por minha pobre oferta de cada dia, e muitos ainda passarão. Que alegria saber que em Salvador (BA), Quixadá (CE), Fortaleza(CE), Lugano (Suíça), Asciano (IT), Aquiraz (CE), Roma (IT), Curitiba (PR) e Campina Grande (PB) minha vida ofertada foi e é fecunda até hoje. Tem um pedacinho de mim em cada um desses lugares onde morei em missão. Trago cada pessoa, cada rosto, cada lugar em meu coração, este que mais uma vez vai se alargando para amar mais, mais e mais.

Tenho a graça de já ter feito minhas Promessas Definitivas no Carisma, em 2013, e saber que para sempre minha vida será assim. E no “sim de cada dia”, na oferta de cada dia, posso renovar meu amor eterno ao meu Senhor. Como sou feliz pela fidelidade de Deus, pelas manifestações e delicadezas do Seu amor. Ele é fiel! Ele não se deixa vencer em generosidade! Vale a pena! Sou muito grata a Deus por sua eleição, porque em seu infinito amor quis me escolher para ser Sua, para sempre. Sou feliz! Sou missionária da Comunidade de Vida! Sou Shalom para sempre! Vale a pena! Shalom!

Ofertas escondidas que consolam a humanidade

Meu nome é Leonardo Pedroso, tenho 24 anos e moro na Diaconia Geral da Comunidade Shalom, onde trabalho na Assistência de Comunicação. Sou natural de Manaus (AM) e morei em Quixadá (CE) como postulante, no primeiro ano em missão, depois, permaneci na mesma cidade para viver o ano de discipulado na Casa de Formação. 

(Imagem/Arquivo pessoal)

No segundo ano de discipulado, fui enviado para a missão de Fortaleza (CE), especificamente para o Centro de Evangelização do bairro Cristo Redentor, com a missão de coordenar o Projeto Juventude. O Senhor, porém, pediu ainda mais, assim, no período da pandemia, mesmo sem ter formação específica no ramo da comunicação audiovisual e edição de imagens e vídeos, fui transferido para o Shalom da Paz, também em Fortaleza (CE). Ali, trabalhei nas ações virtuais de evangelização, na transmissão das missas, assembleias, retiros etc. 

Foi um tempo de muitos aprendizados na minha vida missionária. O amor a Deus, à missão e à vocação foram amadurecendo em mim. Percebi que crescia o desejo de me ofertar mais e mais. Apesar de ter sido um período desafiante, tudo foi graça. Deus realizou grandes obras em minha vida, conduzindo-me a dar passos mais maduros e decididos por Ele e pela missão. Nunca poderia imaginar que uma iniciativa que começou de forma casual, quase de improviso, fosse ser formalizada pela Comunidade. Tanto que hoje, sou responsável pelo estúdio na Diaconia Geral. 

Sou grato a Deus pelo muito que Ele realizou na minha vida e na vida de outras pessoas, por meio do meu serviço escondido, mas que revelou-se tão necessário nesse tempo para a missão da Comunidade. Senti-me incluído e integrado na resposta de Paz que o Carisma Shalom se empenhou em dar nas ações de evangelização que levaram consolo e esperança a muitos nesses tempos tão incomuns. Enquanto muitos estavam trancados em suas casas, sem poder ir para os centros de evangelização, nós pudemos contribuir para que as missas, as pregações, os eventos, as adorações e os estudos bíblicos fossem transmitidos. Sinto-me muito feliz pelo cumprimento da vontade do Senhor na minha vida, manifestada dessa forma, neste tempo da Igreja e neste período pelo qual a humanidade passa.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.