Notícias

Emmir Nogueira: As sete dores de Nossa Senhora no Sábado Santo

“As outras pessoas tinham dó, pena, sofriam, mas ninguém sofria como ela, porque ela vivia com Jesus o que Ele estava vivendo”, explica Emmir sobre as dor de Maria diante da Paixão de Jesus.

No Sábado Santo, dia do grande silêncio, a Igreja se volta para duas realidades espirituais: a descida de Jesus aos infernos e o silêncio da Virgem Maria, Senhora das dores. Sobre este segundo aspecto, Emmir Nogueira, cofundadora da Comunidade Católica Shalom, pregou aos participantes do Retiro de Semana Santa Online neste sábado (11), que acontece no canal do YouTube da Comunidade Shalom.

Iniciando a reflexão, Emmir falou sobre três características de Nossa Senhora, necessárias para entender o que ela viveu neste dia santo. A primeira é a postura de submissão da Virgem Maria a Deus, daquela que disse “Eis aqui a escrava do Senhor” (Lc 1,38). “Nossa Senhora se coloca diante de Deus não como uma privilegiada, embora ela pudesse fazê-lo, mas na Sua humildade Ela se coloca como serva”, disse destacando a humildade da Mãe de Deus.

O segundo aspecto citado foi a singularidade da alma e do corpo de Maria. “Nossa Senhora não é uma mulher qualquer […] pelo fato dela ter sido concebida sem pecado original, a sua pureza era tanta […] que ela via, experimentava, sentia, sofria e se alegrava de um modo mais agudo, mais perfeito, mais profundo do que nós”.

Em terceiro lugar, Emmir destacou o dogma da Imaculada Conceição da Mãe de Deus. “A cruz de Cristo foi adiantada no tempo para a Imaculada Conceição. Os méritos de Cristo, a graça da salvação, os sofrimentos de Cristo, a sua entrega pela humanidade, todo esse mistério da cruz foi antecipado para Nossa Senhora na sua Imaculada Conceição”, explica.

Tomando por base esses três aspectos, a cofundadora da Comunidade Shalom, aprofundou as sete dores da Virgem Maria, que começam na Apresentação do Menino Jesus no Templo de Jerusalém com a profecia de Simeão (cf. Lc 2) vão até o sepultamento de Jesus, passando por todo o caminho da cruz e morte do Senhor. 

Emmir ainda traçou um paralelo entre o sofrimento da Mãe do Senhor, o sofrimento de Jesus e os da humanidade. “Deus não poupou a mãe dele do sofrimento, nem a mãe e nem o Filho, nem a você, nem a mim, porque o sofrimento tem o seu valor, valor salvífico e valor santificador”.

Meditações para a Semana Santa

A cada ano, a coleção Meditações para a Semana Santa faz reflexões à luz do Evangelho, do Magistério da Igreja e das palavras do fundador da Comunidade Católica Shalom, Moysés Azevedo, inserindo o fiel batizado no ministério central da fé católica: a Paixão, a Morte e a Ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo que nos traz a Salvação.

Este ano, as nossas meditações para a Semana Santa tomam como ponto de partida Gl 2,20: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim. Minha vida presente na carne, vivo-a pela fé no Filho de Deus que me amou e se entregou a si mesmo”. A partir desse versículo, desejamos aprofundar a nossa experiência com a graça, como vida divina em nós.

Adquira o E-book Meditações para Semana Santa

A evangelização não pode parar, doe agora!

Doação de R$ 10,00 | Doação de R$ 20,00 | Doação de R$ 40,00

Aldemir Neto


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *