Notícias

Saiba como ir ao encontro de Cristo ajudando quem está nas ruas

O Projeto Shalom Amigo dos Pobres, é uma resposta de amor, socorro e evangelização, da Comunidade Shalom às pessoas em situação de vulnerabilidade.

comshalom

O projeto “Shalom Amigo dos Pobres”, desenvolvido pela Comunidade Católica Shalom, completou um ano este mês.  E neste tempo aproximadamente 400 voluntários já passaram por lá, doando tempo, serviço, e a própria vida, em meio as mais diversas atividades. Em um ano, já foram distribuídas quase 100 mil refeições, 10 mil banhos, 1.900 orientações sociais, mais de 6 mil cestas básicas, 110 atendimentos de saúde e realizado mais de 200 testes de Covid-19. Este trabalho, é árduo, pois todos os dias haverá pessoas com fome, com sede, com necessidade de higienização e de algum atendimento clínico. Para conseguirem cumprir com a demanda, é necessário corações generosos, colaboradores e voluntários.

Ao todo, foram cadastradas cerca de 2.600 pessoas atendidas pelos serviços do Projeto. Se formos pesquisar e fazer as contas, o último censo realizado pela Prefeitura de Fortaleza sobre essa população, em 2014, contou 1.718 desabrigados, e de acordo com Fórum da Rua de Fortaleza, acredita-se que houve defasagem mesmo naquela época e desde esse tempo, já passavam facilmente de 2 mil. Com a pandemia, esse número pode ter duplicado. Logo, se houvesse em torno de 4 mil pessoas em situação de rua, em toda a cidade, em torno de 50% já foi acompanhado e atendido pelo Amigo dos Pobres. E ainda desse número de atendidos, em torno de 230 foram encaminhados para unidades terapêuticas, pois se observou a necessidade de ajuda mais específica.

O maior desafio, todavia, é nas arrecadações, onde se faz necessário uma grande graça de ter corações generosos que colaboram, e também no voluntariado, e de profissionais da saúde. Desta forma, se conquista um dos principais objetivos do Projeto, que as pessoas ali assistidas, possam ser inseridas novamente na sociedade. Para que isso ocorra, a primeira via se obtém pela caridade. Para ser um voluntário ou um benfeitor, basta ter força de vontade e um desejo de ir ao encontro de Cristo, que se faz pobre. Todos os voluntários passam por treinamento e orientações sobre Covid-19 e o serviço mais específico. E os profissionais de saúde, atendem dentro de todos os protocolos de segurança. A grande necessidade atual,  é em conseguir alimentos com proteínas, medicamentos e equipamentos de proteção e segurança. As refeições são produzidas na Casa Central, localizada na Rua Floriano Peixoto,  1375. Lá, tem alguns funcionários e voluntários que trabalham na cozinha, produzindo as refeições. 

De acordo com Tharcio Romano, responsável pelo Shalom Amigo dos Pobres de Fortaleza ,“ o pobre necessita ser assistido nas necessidades básicas, é preciso acolher, ele tem necessidade de comer porque tem fome, da água porque ele tem sede, querem ser ouvidos. [E assim] a evangelização ocorre no anúncio de Jesus e da salvação, mas há barreiras que podem ser quebradas. Há corações fechados para acolher, e dar é um gesto de amor e aproximação. Mas as pessoas sentem medo de irem ao encontro. Mesmo havendo uma grande motivação. Esses irmãos [das ruas] são os vigários de Cristo, ‘todas as vezes que fizeram isto a um deles é a mim que alcançará (Mt 25,40)’, essa é a motivação que nos faz sairmos às ruas sabendo que vamos encontrar o próprio Cristo”.

Para Tharcio,  Shalom Amigo dos Pobres, se resume na escolha que ele fez anos atrás, de deixar a casa paterna e de ir ao encontro do Cristo que sofre em cada homem que eu encontro. Você pode ajudar também, doando roupas, alimentos, seu tempo e com doações financeiras. Não precisa ter medo, de ser luz na vida desses irmãos, que encontram na rua o único abrigo.

Seja você um Amigo dos Pobres. Saiba como ajudar clicando [AQUI].

Janaina Teixeira


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *