Shalom

Encontrei o que procurava – Fruto do Renascer

Sou um novo Hiago, um novo jovem, um novo profissional, um novo filho, um novo cristão. Tudo novo, todo dia depois daquele Retiro de Carnaval organizado pela Comunidade Shalom, para ser mais exato pela missão de Quixadá. Bendito seja Deus pelo meu resgate impossível no Renascer de 2019.

Foto: Shalom Quixadá

Um sentido

            Desde a infância estive envolvido nas “coisas” da Igreja, isto por conta da minha família. Mesmo assim continuei em uma vida de pecados e hipocrisias. Tudo piorou na universidade, pois mesmo estudando em uma instituição católica, ainda vivia cheio de máscaras. Sem contar o quanto meu coração foi invadido pelo orgulho no final da minha graduação, minhas boas notas faziam crescer em mim um certo orgulho, chegando ao ponto de sentir-me autossuficiente, como se Deus não influenciasse em nada no meu trabalho. Buscava de inúmeras formas um sentido para minha vida nos estudos (parecia um louco andando pelos corredores da universidade, cheio de livros querendo mostrar as pessoas que eu era um aluno muito bom); buscava também nos amigos, nos relacionamentos, no futebol e nas redes sociais.

Apenas uma brecha

            Tudo começou a mudar no início de 2019. Dois dias após a minha colação de grau, continuou em mim um vazio. Comecei então a perceber que meu diploma não era o que estava procurando. Um mês depois fui reprovado em várias seleções de mestrado e residência e lesionei meu joelho em uma partida de futebol. Com isto percebi que meu histórico e o futebol também não eram o que eu estava procurando. Na minha última seleção fiz uma promessa a Deus, que se fosse bem na última prova de residência, iria ficar em Quixadá para participar do Renascer. Senti que fui bem na prova. Por isso fiquei em Quixadá. Não imaginava que aqueles quatro dias mudariam minha vida completamente.

            Deus esperava somente uma brecha em minha vida para Ele colocar ordem e fazer tudo novo. E assim foi. Estava com muito tempo que eu não buscava o sacramento da reconciliação, mas no primeiro dia de evento meu coração gritava por este sacramento. Busquei a reconciliação, e logo após, durante a adoração, tive uma forte experiência com a misericórdia de Deus.

Um divisor de águas

            Tinha uma grande curiosidade de saber como funcionava o tão falado Seminário de Vida no Espírito Santo. Imaginava que seria semelhante aos seminários da graduação. Mas não foi mesmo! Comecei a escutar e experimentar de um amor que nunca tinha sentido. Era como se a cada pregação e oração meu coração fosse preenchido por um amor verdadeiro. E tudo se concretizou no último dia após o momento de efusão. Senti-me diferente e aquele sentido que eu procurava tinha sido saciado por uma Pessoa, por Jesus Cristo. Minha vida é marcada de dois períodos, um antes do Renascer e um totalmente novo, após ele.

            O Renascer mudou minha vida, senti-me amado de verdade. Encontrei o que eu procurava, encontrei a verdadeira felicidade, que não estava longe e fora, mas dentro, dentro do meu coração sufocado, gritando de saudade do que ainda iríamos viver. Gratidão a Deus por este bendito evento! Sou um novo homem graças à misericórdia derramada através dele.

Jorge Hiago da Silva Oliveira, jovem da Obra de Quixadá  


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *