Shalom

Escola de Evangelização em Icoaraci no Pará completa um ano

É com gratidão a Deus que a Comunidade Católica Shalom – Missão de Belém (PA) festeja o primeiro ano da Escola de Evangelização em Icoaraci, distrito de Belém.

O amor de Deus pela Escola de Evangelização vem gerando frutos com a oferta de missionários, que tem ao longo de um ano, promovendo ações de evangelização e aproximação com as pessoas, fortalecendo o laço delas com o Shalom e ajudando na espiritualidade. A chegada de missionários na Escola, a realização de eventos como a Quarta da Paz, a evangelização feita porta a porta, no seio familiar são os frutos dessa oferta de amor desses missionários pela missão confiada por Deus.

Foto: Frame-Shalom Belém

O início foi bem desafiador para os primeiros missionários. Sem casa e pessoas, a “missão era quase impossível”, como diz em seu relato na plataforma do Shalom no Youtube, Yuri, um dos missionários da Escola de Evangelização de Icoaraci, nos arredores da Belém (PA).

Após um ano, com um sorriso nos lábios e com palavras de gratidão, Yuri enumera os frutos produzidos pela Escola de Evangelização. “Deus foi abrindo as portas da evangelização, que é feita porta a porta, que é o ordinário da Escola de Evangelização: ir de casa em casa, fazer um momento de oração dentro das casas, rezando pelos jovens, ir ao encontro do outro. Muitas vezes, a gente se depara com diversas realidades, sobretudo, de pessoas que estão tão debilitadas que não conseguem mais ir à missa. Percebemos que Deus nos faz sinal de Cristo na vida daquela pessoa. Então, a evangelização porta a porta é algo que nos salva, nos faz sair de nós mesmos, ir ao encontro do outro”, reflete.

Frutos

É uma alegria observar os frutos da Escola de Evangelização que são tão importantes na vida vocacional, diz ele. “Ver, por exemplo, que muitos foram para a Comunidade de Aliança e para a Comunidade de Vida, que se decidiram pela vocação depois de estarem aqui na Escola de Evangelização porque tiveram essa forte experiência de intimidade com Deus, de unidade e de evangelização”, afirma ele.

“Vale a pena dar a vida por Cristo, se ofertar, e até mesmo, saber que os frutos nem sempre, a gente vai poder ver, mas os que a gente vê, já contempla e fica feliz, imagina os que não vê. Então, é uma missão que tem esse olhar de Deus, um olhar alargado”, diz Yuri.

Com o coração transbordante em gratidão, o jovem mostra em seu depoimento o quanto é importante a participação de todos nesta missão de fé. “Agradeço a todos os irmãos que fazem o possível, àqueles que fazem sua comunhão de bens, que ajudam diretamente, dando carona, levando a missão para o lugar dela. As células que se juntaram para nos doar as camas. nós vamos provando que Deus quer mesmo, o coração de Deus anseia pela evangelização desse povo. Eu sou muito grato a Deus pela Comunidade em Belém, pela missão em Icoaraci, grato pelos desafios que aparecem, de ver que é em Deus, para Deus e por Ele, que tudo isso se faz com sua oferta de vida. Eu não estou sozinho aqui evangelizando, mas tenho a certeza de que a nossa oferta produz efeitos na vida do povo”, completa.

Por Wal Sarges


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *