Shalom

Espetáculo o Canto das Írias será apresentado para jovens da Fundação Casa

O ministério de teatro e dança da Missão São Paulo apresentará no domingo (02) o espetáculo O Canto das Írias na Fundação Casa para os jovens reclusos e seus familiares. A apresentação faz parte do Projeto Vida Quero Mais que, exercido pelo ministério de Promoção Humana, tem como objetivo alertar os jovens sobre as drogas e suas consequências.

“É algo novo para nós como ministério do teatro e dança da missão São Paulo, pois outras missões já participaram com apresentações parecidas”, explica Raquel Salles, coordenadora do ministério. “Era uma grande ansiedade nossa, mas Deus foi nos formando e podando pra estar com estes jovens. Nossa expectativa está grande, e a responsabilidade também”, analisa.

A apresentação será feita na unidade da Vila Leopoldina em um dia de maior movimento na Fundação por conta das visitas dos familiares. O ministério de Promoção Humana realiza visitas periódicas aos sábados na unidade Raposo Tavares, mas essa será a primeira vez neste complexo.

A Fundação CASA, antiga FEBEM, presta assistência a jovens de 12 a 21 anos incompletos em todo o Estado de São Paulo. Eles estão inseridos nas medidas socioeducativas de privação de liberdade (internação) e semiliberdade. As medidas — determinadas pelo Poder Judiciário — são aplicadas de acordo com o ato infracional e a idade dos adolescentes.

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo, publicada em agosto de 2016, apresentou dados demonstrando que duas em cada três unidades da Fundação abrigam mais jovens que sua capacidade. Dados obtidos pelo jornal via Lei de Acesso à Informação mostram que 94 (64%) dos 146 pontos de atendimento no Estado de São Paulo estão superlotados.

“Cada vez que vou a uma prisão, me pergunto por quê eles e não eu”, disse o Papa Francisco durante missa celebrada para mil detentos no Vaticano em novembro de 2016 durante o Jubileu dos Reclusos. “Às vezes, certa hipocrisia quer vê-los unicamente como pessoas que cometeram crimes, para que o único caminho seja o da prisão, mas esquecemos que somos todos pecadores e que várias vezes somos prisioneiros sem nos darmos conta disso”, disse lembrando de que quem comete crime deve pagar o preço, mas que a esperança nunca deve acabar.

“Aqui, onde eu vejo uma juventude que nada tem, mas tudo pode dar. Aqui, lugar que toco na humanidade, nas feridas, no grito de uma juventude que não tem nada mais além de sonhos. Aqui, onde eu vejo, também, uma juventude sem limites. Limites esses que saltam e fazem os olhos de cada moleque brilhar ao dizer que era feliz jogando bola e empinando pipa na favela.”, relatou o jovem Caio Rodrigues, que participa das visitas periódicas na Fundação, em seu perfil em rede social. “Eu não posso perder a esperança na juventude, eu não vou perder a esperança naquilo que eu também faço parte, não posso, não devo e não tenho o direito de dizer que a juventude está perdida”, enfatiza.

Sobre o espetáculo

O espetáculo, com duração de 40 min, apresenta uma concepção atual da transformação do ser humano em relação ao seu distanciamento com Deus. O homem começa a conhecer novos mundos, novas vidas, novos meios de viver e nessas descobertas, ele esquece que existe alguém que criou o maior de todos os bens: Deus.

O texto é composto por temas como prostituição, traição, eutanásia/suicídio, vícios, corrupção, vaidade avareza, relativismo, sexualidade, pedofilia, aborto – mostrar o quanto nossa liberdade não ordenada para Deus leva ao pecado, a transgressão, nos transformando em irias,feras deformadas pelo pecado.

Sobre a Campanha

A Campanha “Vida Quero Mais”, iniciativa realizada durante o mês de Junho pela Comunidade Católica Shalom, busca combater as drogas, por meio das artes, do entretenimento, de palestras, evangelização e formações diversas. As ações se estendem até o dia 26 de junho, Dia Internacional de Combate às Drogas.

A programação inclui ações de evangelização e noites de vigílias para os jovens usuários da Cracolândia. O objetivo é fazer o encaminhamento desses jovens a iniciativas de tratamento terapêutico de combate às Drogas. Para isso, a Comunidade apresenta também o “Projeto Volta Israel”, que é promovido pelo ministério de Promoção Humana e direcionado aos usurários de drogas.

A Campanha apresenta, ainda, iniciativas de prevenção, por meio de visitas a escolas e universidades, com apresentações artísticas e teatrais, bem como realização de palestras.

“Vida Quero Mais” é um sinal concreto de acolhimento para esses jovens, que podem encontrar na Igreja a esperança para uma reintegração na Sociedade.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *