Shalom

Diácono Evandro Meneses: um caminho sacerdotal despertado ainda na infância

comshalom

O Teu amor preservou-me desde a minha infância, cresceu comigo e, agora, é um abismo cuja profundeza não posso avaliar. O amor atrai o amor, por isso, meu Jesus, o meu se lança para vós”.

Me chamo Evandro Meneses Barbosa de Jesus, tenho 29 anos, sou natural de Moita Bonita (SE) e compartilho hoje meu testemunho vocacional. Ao me perceber muito próximo de um novo passo, importante, fundamental, divisor de águas em minha vida, logo me veio essas palavras da minha amiga de infância, Santa Teresinha do Menino Jesus. Percebo o chamado ao sacerdócio desde a minha infância.  Já desde muito cedo dizia que iria ser padre, celebrava a missa em casa para os meus familiares.

A missionariedade ainda na infância

A minha relação com Deus era alimentada na minha paróquia através dos grupos de crianças da Infância Missionária, entendo claramente que foi nesse ambiente que Deus trabalhou em mim o desejo pela missão e também a liderança, pois fui também sempre acreditado pelas irmãs que trabalhavam conosco. Já nessa fase da minha vida tinha a intuição de que Deus tinha algo para mim.

No início da adolescência, fiz a minha experiência pessoal com Jesus através do Seminário de Vida no Espírito Santo (SVES) organizado pela Comunidade Shalom em um município vizinho à minha cidade. Esse SVES foi a resposta a intuição que trazia e logo de imediato me identifiquei com o Carisma missionário da Comunidade de Vida, senti que aquele modo de vida respondia àquela intuição que trazia em meu coração.

Em uma segunda fase da adolescência, fui aos poucos me afastando da paróquia, mudei de escola, comecei o ensino médio e comecei a me interessar por trabalhar sempre buscando ser mais independente. Esse tempo foi marcado por
novas amizades, que graças a Deus foram muito sadias, por festas e também pelo consumismo. Nesse tempo o meu foco era construir um futuro estável, uma família, ter dinheiro e um bom padrão de vida, no entanto a experiência de Deus sempre continuava a me incomodar de alguma forma e eu sabia que o que Deus queria para mim era muito maior do que os meus planos.

Reacender ao chamado sacerdotal

Aos 16 anos tive um novo contato com a Comunidade Shalom através do Retiro de Carnaval em Aracaju, e  fiz uma nova experiência com Deus e com o chamado que Ele tinha para mim. A parti de então, decidi iniciar o caminho vocacional, que durou dois anos, e progressivamente fui trilhando um caminho de adesão à vontade de Deus, de conversão e de serviço à Obra. Ingressei na Comunidade de Vida assim que completei meus 18 anos, em 2011.

Meu primeiro ano de Comunidade foi em Aparecida (SP).  Sob o manto da Virgem Maria, vi reacender o chamado ao sacerdócio, particularmente em uma missa da assembleia dos bispos. Nos anos seguintes da formação, pude dar os passos necessários para o discernimento de ingressar no seminário, na casa de formação em Pacajus e em Juazeiro do Norte (CE).

A resposta ao chamado foi sendo amadurecida através do caminho formativo, o qual iniciei em Aquiraz (2014 -2016), fazendo uma parte da graduação em Filosofia na Faculdade Católica e dando continuidade a essa e à graduação em Teologia, em Lugano, Suíça (2016-2020), na Faculdade de Teologia de Lugano. Nos últimos dois anos (2020-2022), pude fazer o meu estágio pastoral servindo no governo geral da Comunidade na Diaconia Geral.

Foi um caminho longo, mas ao mesmo tempo parece que tudo começou ontem. Nestes dias a gratidão vai costurando tantos rostos, momentos, que foram construindo o que me tornei. O Amor me fez crescer e amadurecer, me ensinando que só Ele tem a última palavra em minha vida!

Conheça também| Francisco Wyradan: ex-policial rumo à ordenação diaconal

Serviço

Ordenação Diaconal Arquidiocese de Fortaleza 2022

Data: 09 de dezembro 2022
Hora: 18h30
Saiba mais sobre os seminaristas da Comunidade Shalom @seminaristashalom

Transmissão ao vivo: 
Canal da Arquidiocese de Fortaleza 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.