Shalom

Impossível Descrever. ACAMPS Aracaju 2020.1

ACAMPS, “é hoje”. A manhã de quinta-feira do dia 9 de janeiro é clara pelo sol do verão sergipano, e as redes sociais já estão recheadas de contagens regressivas, fotos, vídeos, artes, expectativas para o novo. Que novo? Um convite, uma chácara, um acampamento para jovens. O ACAMPS – evento que acontece duas vezes por ano em Aracaju – se iniciaria naquele dia, tão esperado, tão novo. “É hoje! ”

Malas, bornais, celulares em mãos. Faz a inscrição, faz o check-in. Alguns se encontram, outros nunca se viram antes. Fotos, stories, pensamentos. “Vai ser massa!”, “O que eu vim fazer aqui mesmo?”. Não há como adivinhar o que se passa na mente de cada um naquele momento. O ônibus dos servos sai do Shalom às 17h e, logo em seguida, os participantes seguem para o local. Cerca de 250 pessoas povoam a Chácara Augusto, em São Cristóvão, e sequer têm dimensão de quão intensos serão os próximos 4 dias.

As portas se abrem! Fogos estouram! Jovens recebem jovens com largos sorrisos e uma alegria que ressoa em pandeiros e cavaquinho, e cada um segue para o seu alojamento. As camas são ocupadas, as barracas são escolhidas. Mais um ônibus chega. Há espaço para mais um no quarto? Um feliz imprevisto: há mais inscritos, mais um ônibus a caminho. É o movimento de Deus nesse novo. Ele quer mais, nos dá mais, nos ama mais…

A primeira noite explode em luz negra! Tudo está pronto! Apagam-se as luzes principais, o azul predomina junto às intensas cores neon. A abertura é impactante! Os dançarinos descem do palco e dão um show na arena principal. DJ Jeff comanda o ritmo das danças, a lanchonete é bem requisitada, alegria diferente dos casuais shows seculares. Seja bem-vindo ao ACAMPS 2020.1.

Esse é só o começo…

Acordar, tomar café-da-manhã, animação sempre. O lazer em toda a tarde é certo, a piscina refresca, o som é bem constante, mas para tudo há um tempo. Tempo de parar, tempo de ouvir. Inicia-se o momento que chamamos de Seminário de Vida no Espírito Santo. É preciso conhecer a real razão de estar neste lugar, ou então este poderia ser qualquer outro acampamento. Deus, Deus, Deus! Aquele que é Amor, Aquele que é Pai. Que revigora nossas forças, que dá sentido a toda a nossa vida. É Deus!

Pregações, dinâmicas, esquetes, adoração, confissões, louvor. A Santa Missa! Ah, o ápice do dia!

A noite é de mais festas! E a festa junina na sexta tem por novidade a presença da banda potiguar Forró Obra Nova. O show é vibrante, a dança é certa para aqueles que são naturais do País do Forro, Sergipe. Se você também quer curtir esse forró, corre para conferir nas plataformas digitais (Youtube, Deezer e Spotify) a música que está bombando, “Adeus, Mesa de Bar”, e outros sucessos da banda.

As noites, porém, não foram só de shows. Sábado teve espetáculo e as írias invadiram a arena ACAMPS. O homem, criado e amado pela Verdade, rebelou-se, tornando-se uma íria, disforme de si. Por fim, a descoberta: “O segredo do seu sucesso é o olhar fixo ao Meu”. Tempo de rever a sua própria história, a sua identidade. Esse é o Canto das Írias, apresentado pelo Projeto Artes de Aracaju.

Aí vem história…

Chuva e cachorro animaram também as noites e deram o que se contar. É “auau” pra cá, é “auau” pra lá, “Noé passou pelo dilúvio e deixou o cachorro cair da arca”. Histórias que ficam, que fazem rir, que criam memória. Entrevistas nos almoços, músicas improvisadas, “esqueci meu prato, me empresta o seu?”, “pega mais um hamburguer pra mim!”. Partilhas nos tempos livres, ou em qualquer momento. Inspiração para os artistas, escritores, dançarinos, compositores, desenhistas – ser você mesmo na medida que se descobre quem realmente é. Liberdade, liberdade!

Os dias passam, já é domingo. Como pode?!

Dia de mais surpresas, da maior surpresa. O que poderia ser melhor do que tudo que já estava se passando?
Se você, caro leitor, nunca esteve em um ACAMPS antes, então precisa conferir no próximo.
Tantas palavras que tentam expressar momentos que foram fixados diretamente no coração. Mas sabe qual a verdade no ACAMPS? Tudo o que vivemos e experimentamos vai além de toda lógica humana.

É impossível descrever.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *