Notícias

Membros do Shalom partilham graças vividas em oração

Com o fechamento das igrejas e instituições, os membros da Comunidade Católica Shalom começaram a utilizar novas formas de evangelizar e de levar esperança e fé para toda uma humanidade.

comshalom

Esperança, oração, conversão, tempo de unidade nas famílias e evangelização criativa. Estas são palavras escutadas e vividas por milhares de pessoas de várias nações que testemunham por diversas redes sociais, enquanto todos vivem este tempo que sofre com a pandemia do Covid-19.

Com o fechamento das igrejas e instituições, os membros da Comunidade Católica Shalom começaram a utilizar novas formas de evangelizar e de levar esperança e fé para toda uma humanidade imersa no contágio e alastramento do corona vírus.

Coração cheio de esperança

A Emanuelle Rodrigues, neo-discípula da Comunidade de Aliança, testemunhou que quando olha para o cenário mundial destes dias sente medo e preocupação não somente por ela, mas pelos seus e pelos que perderam seus familiares. Mas, ao mesmo tempo, seu coração se enche de esperança por saber que Deus é o dono de tudo e que nada acontece sem a sua permissão.

Ela diz que: “Em oração durante esses dias, tentando manter a paz dentro de mim, Deus suscitava fortemente em meu coração para que o louvor não saísse dos meus lábios, ia entendendo e percebendo também o quanto Deus me atraía nessa quaresma e no período de quarentena para olhar para Ele, para voltar a minha vida para Ele, para se dedicar mais aos meus, para se dedicar mais a ter uma vida íntima com o Senhor. Por fim, pude perceber Deus tirando o meu olhar das coisas supérfluas e passageiras e voltando para Ele, aquele que permanece o mesmo”.

A oração em família

A saudade dos amigos e das pessoas do seu grupo de oração é o que está sentindo a Liliane Nascimento, residente em Itapajé-CE. Ao falar sobre como está vivendo este tempo, ela disse: “busco contemplar a graça de Deus se manifestando na minha vida e na minha família, estamos mais próximos, assistimos à Santa Missa, rezamos o terço juntos, ações que antes não fazíamos juntos”.

A inocência santa de uma criança

Algumas famílias têm se reunido mais para rezar o terço e fatos extraordinários acontecem durante estes momentos. Alexandre Pereira, consagrado na Comunidade de Aliança, testemunhou um fato ocorrido na quarta feira, dia 18, enquanto rezavam com toda a família da sua esposa, Rocilda. “Na hora dos mistérios dolorosos, nosso filho de 1 ano e 8 meses, Samuel, pegou o crucifixo se ajoelhou ergueu acima de sua cabeça, depois o beijou, levantou-se e saiu erguendo a cruz para cada um ali contemplasse enquanto rezávamos”.

De acordo com Hildeane Teixeira, vocacionada, há um misto de sentimentos vão invadindo os nossos corações. Dentre eles a saudade. A saudade da liberdade, a saudade da rotina (que por muitos dias não dávamos o devido valor), a saudade da rotina Shalom, pela a qual muitas vezes fomos criticados e questionados: – Pra que tanta reza? – Vocês estão exagerando! – Vocês vão morar no Shalom é?

E hoje chegamos a conclusão, de como foi tão pouco o que fizemos. Meu Jesus, como dói saber que você estava lá, disponível para adoração, e nós dizíamos não ter tempo para ir te adorar, para estar em Tua presença. Jesus se nós tivéssemos a consciência do quão valioso é estar aos Teus pés, teríamos ido mais, teríamos dado mais de nós e de nossas vidas para Ti.

Porque Tu mereces toda a honra e toda a glória! Porque só Tu Senhor, é o caminho, a verdade e a vida! Bendito Sejas Tu Jesus! Obrigado até mesmo por este tempo, que nos permite olhar para a Cruz de uma maneira diferente. Se for da Tua vontade, nos lava com Teu precioso sangue, nos liberta deste mal e nos cura.

Por Matheus Araújo


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *