Shalom

Missão de Brasília apresenta Via-Sacra no retiro de semana Santa

O mundanismo foi abordado e provocou reflexões

Na sexta-feira Santa, dia 19, o retiro de semana Santa teve início com a pregação do padre Hintz Dagoberto com o tema “Jesus vence o orgulho”. Jesus Cristo faz um ato de humilhação quando assume a natureza humana nos limites e fraquezas, menos no pecado. “O caminho da vida de Cristo desde a encarnação até a Paixão e morte é de despojamento”, afirmou o padre. A humildade é a arma que Cristo utiliza para vencer o orgulho do demônio e o nosso.

Cristo se humilha quando lava os pés dos discípulos como um escravo e essa atitude escandaliza Pedro. “O discípulo não suportou a humildade de Jesus e o demônio não suporta alguém que é humilde porque vai fazer o movimento que ele se negou a fazer: o serviço que nos prostra e nos humilha como foi o de Jesus no lava-pés”, explicou padre Hintz.

Essa é a vitória de Cristo sobre o orgulho e sobre o demônio. “A vida de Cristo foi um constante descer e se humilhar”, afirmou padre Hintz. A cruz é o ato máximo da humilhação de Cristo. Segundo ele, não existe discípulo sem cruz e sem humilhação. “A cruz é o único remédio para vencer o orgulho”, completou padre Hintz.

“A cruz nos revela o amor incondicional de Deus por nós”, disse padre Hintz. A Eucaristia é a expressão máxima do dom de Deus que recebemos gratuitamente. “Precisamos nos despojar do nosso orgulho e deixarmos ser marcados pela cruz de Cristo”, completou ele.

Via-Sacra                            

Neste ano, a Via-Sacra foi apresentada em formato de círculo, percorrida de fora para dentro com a cruz no centro. “Era um movimento para nos fazer entrar em nós mesmos, mas também para entrarmos na vida de intimidade com Deus”, afirmou Natália Nogueira, coordenadora do Projeto Artes e consagrada da Comunidade de Vida.

As reflexões de cada estação da Via-Sacra foram baseadas no estudo sobre as encíclicas e homilias do Papa Francisco sobre o mundanismo. “Para nós como comunidade foi muito forte porque foi o ápice de tudo o que estávamos escutando e rezando nesse tempo de quaresma. Também alcança todos de fora porque nos impacta quando refletimos sobre o que deixamos entrar que se torna normal, mas que não somos chamados a viver”, explicou ela.

Mírian Rufina, postulante da Comunidade de Vida, participou da apresentação da Via-Sacra. “Viver a experiência da Via-Sacra com os monólogos eu fui me deparando muito com a minha realidade diante de Deus, de ver que de fato eu falava que amava a cruz, falava que amava a Cristo, mas meu amor era muito frio, era muito raso, enquanto Deus quer que eu me aprofunde cada vez mais”, refletiu ela. O retiro foi encerrado com a celebração da Paixão do Senhor na Catedral de Brasília.

Confira a pregação do padre Hintz na íntegra sobre “Jesus vence o orgulho”

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *