Notícias

Missão Quixadá completa 29 anos, Dom Adélio, bispo emérito, comenta a data especial

Muitas histórias marcantes, com certeza. Muitos desafios, sem dúvida. A maternidade da Igreja, a amizade dos benfeitores, a oferta de vida dos missionários e o fervor dos fiéis construíram essa história. 

Neste domingo, 17  de maio, a missão de Quixadá completa 29 anos. É um dia de muita gratidão e alegria. Celebramos não só o aniversário da missão, mas sobretudo todas as vidas alcançadas através da mesma. É difícil encontrar na cidade um quixadaense que nunca ouviu falar do Shalom. Não é motivo de glória para nós, mas apenas um sinal da presença do Carisma nesta cidade e da misericórdia de Deus, que nos deu a feliz missão de comunicar sua Paz, seu Shalom. 

A voz do Pastor, bispo emérito Dom Adélio

Para aumentar nossa alegria e fazer memória de alguns passos da Comunidade Católica Shalom na cidade dos monólitos, o bispo emérito, Dom Adélio, com seu costumeiro tom de amizade, nos conta sobre os três fatos que marcaram seu relacionamento com este Carisma.

Primeiro foi o convite. Dócil à condução de Deus e com a audácia própria dos servos fiéis do Senhor, o bispo, mesmo sem conhecer pessoalmente, convidou a Comunidade para servir em Quixadá. “Eu tinha convicção profunda de que esse movimento era um dom do Espírito Santo para a Igreja nos seus tempos atuais.”, disse. 

Depois de um tempo, numa das suas visitas à missão o fundador, Moysés Azevedo, em conversa com Dom Adélio, manifestou o desejo de fundar ali uma casa de formação. A isso o Bispo prontamente respondeu e apoiou, oferecendo uma construção da Igreja local que não seria mais utilizada. Assim, além da missão apostólica na cidade, fundamos também o Discipulado de Quixadá (ou Noviciado de Quixadá, segundo a nomenclatura da época), que fica até hoje localizado na Serra do Estêvão.

Por fim, segundo seu relato, Dom Adélio teria sugerido a Moysés que começasse já a olhar para fora do Brasil, profetizando o carisma universal da Comunidade, que hoje é tão claro para nós. “Olhe para o lugar que, pela providência de Deus, é o coração da Igreja. Esse coração é Roma. Preparem, enviem missionários para lá”, sugeriu como bom pastor que incentiva. E não só incentivou, como abriu portas e esteve sempre perto. 

Sua proximidade não era só de palavra, mas de fato, de presença. Sempre que tinha oportunidade Dom Adélio visitava a Comunidade, participava das orações e se dispunha para confessar. Até hoje ele confessa os missionários do Discipulado periodicamente. O que a Missão de Quixadá é hoje está construído sobre o alicerce de sua paternidade. Afinal, por trás de um bom filho, existe um excelente pai. 

Finalizando seu discurso, ele dirigiu algumas palavras diretamente para a Comunidade. Abaixo, na íntegra:

“Sem dúvidas não deixarei de acompanhar com oração e afeto a Comunidade, porque sei que é uma obra de Deus, que muitas pessoas aprenderam a amar a Jesus, muitos encontraram sua vocação através dela. O que mais se espera da Comunidade? Nada! Se todas as obras da Igreja servissem para aproximar as pessoas de Jesus, a Igreja seria bem mais rica. Aproveito para dizer algumas palavras à Comunidade de Quixadá. Que cresça e seja uma força viva para toda a Igreja, como sempre aconteceu, através da santidade! Quem trabalha pela santidade trabalha pela renovação da Igreja com mais fervor, mais ânimo, mais alegria. Agradeço a Deus pela presença do Shalom, por quanto fez e por quanto está fazendo. Que continue a ser na Igreja um movimento vivo e renovador. Que Nossa Senhora abençoe com todo o carinho de Mãe, que serve para continuar no caminho certo, que é Jesus. A ela recomendo toda a Comunidade para que acompanhe sempre”.

Felicitações para a Comunidade

Parabéns a todos os missionários da Comunidade de Vida que passaram por esta linda missão e também aos que estão atualmente. Parabéns a todos os missionários da Comunidade de Aliança, testemunhas oculares de tantos milagres de Deus em suas vidas e na vida dos quixadaenses. Parabéns a todos os integrantes da Obra, alegres sinais do amor de Deus.

Enfim, são quase três décadas de uma história que, mesmo tendo muito para contar, na verdade, está ainda no começo. Perseveremos todos na fé, na esperança e na caridade, como filhos de Deus, como povo escolhido por Deus! Que venha os 30… E que venham mais muitos anos de alegre anúncio de Cristo, o Ressuscitado que passou pela Cruz. 

Em Jesus e Maria, 

Shalom!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *