Shalom

Momento de concreta união foi a celebração dos primeiros votos no celibato

“Na entrada, eu me senti como uma noiva indo ao encontro do noivo no altar”, testemunha Hanna Larissa.

comshalom

Missionária da Comunidade de Aliança, Hanna Larissa fez os seus primeiros votos no celibato em dezembro de 2020, ou seja, há pouco mais de um mês. O momento, para a jovem, foi de concreta união com o Senhor, que a chamou e a escolheu para ser toda dEle.

Hanna conta que a celebração foi muito esperada por ela e seus companheiros, que também fizeram os votos. A resposta da Comunidade Católica Shalom, sobre o pedido para fazer as primeiras promessas, saiu ainda no início do ano. Contudo, devido à pandemia, a Santa Missa precisou ser adiada.

Para a consagrada, o tempo de espera foi como aquele vivenciado pelas virgens prudentes. Elas precisaram esperar atentas o Rei passar. Da mesma forma, Hanna precisou aguardar o tempo certo para fazer a profissão de seu voto no celibato. E a espera valeu a pena, pois, para a jovem, o momento de entrada na Igreja foi como as portas se abrindo para que ela, de fato, pudesse encontrar o seu Amado.

“Na entrada, eu me senti como uma noiva indo ao encontro do noivo no altar”, testemunha. “Esse momento foi de concreta união com Aquele que é tão generoso e que me quer só para Ele, mesmo sem eu merecer, mas por pura graça”.

Leia também 

5 dicas das Virgens Prudentes


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *