Notícias

É tempo de Páscoa: Reveja a pregação de Moysés Azevedo na íntegra

A esperança foi a virtude teologal mais citada pelo pregador. Segundo ele, Deus fará tudo que a humanidade está passando se tornar algo bom, porque mesmo do túmulo, Deus faz sair a vida.

comshalom

“Cristo ressuscitou, Aleluia! Sim, verdadeiramente ressuscitou, Aleluia!” Com esse brado de alegria, o missionário e fundador da Comunidade Católica Shalom, Moysés Azevedo, iniciou a pregação do último dia do Retiro de Semana Santa Online, no início deste período Pascoal.

“Hoje é o dia que Ele faz novas todas as coisas, nos faz novos. Hoje é o dia da vitória de Cristo sobre a morte, sobre o pecado, sobre todo o mal, sobre todas as trevas”, afirmou Moysés. Ele ainda convidou a todos os participantes do retiro a proclamar de suas casas: “Cristo Ressuscitou, Aleluia! Sim, verdadeiramente ressuscitou, Aleluia!”

Diferente dos anos anteriores, ao invés de um ginásio lotado, a pregação do domingo da ressurreição foi transmitida diretamente da Capela do Esposo Eucarístico no coração da Comunidade, na Diaconia Geral (Aquiraz – CE). Mas isso não fez com que o missionário perdesse o entusiasmo em anunciar e proclamar a ressurreição de Jesus. “Em meio aos medos, à pandemia, a essa quarentena, em meio a tudo isso, podemos falar que hoje é um dia de alegria? Minha resposta é: para o cristão sim, pela virtude da fé e da esperança se pode afirmar que hoje é um dia de alegria”, diz o missionário.

Para ele, a ressurreição não é uma ideia, mas um fato. Jesus com a sua ressurreição venceu a morte, o mundo, o pecado e todo mal. Ao recordar da realidade em que todo o mundo se encontra hoje, em isolamento social devido à pandemia do coronavírus, Azevedo afirma que a esperança na ressurreição de Jesus não é negar a realidade, mas enfrentá-la com um olhar de fé. Porque a última palavra não é do medo, do desespero, mas a última palavra é da misericórdia de Deus.

A virtude de quem espera

A esperança foi a virtude teologal mais citada pelo pregador. Segundo ele, Deus fará tudo que a humanidade está passando se tornar algo bom, porque mesmo do túmulo, Deus faz sair a vida. E a ressurreição de Jesus é a maior prova disso, por isso é motivo para esperar. É com convicção que o pregador anuncia que pela virtude da esperança é possível esperar novos tempos na vida da humanidade, pois Deus consegue fazer resultar de todo mal um bem muito maior.

“Deus é maior! Deus é maior do que se passa dentro do seu coração (…) Esse vírus não foi um castigo de Deus. Ele é nosso aliado, sofre conosco. Ele entra no meio do nosso padecimento para gerar uma potente ressurreição, essa é a nossa fé, essa é a nossa esperança”.

“A esperança comove o coração de Deus! O homem que espera pela ressurreição de Cristo já vive da ressurreição de Cristo. E a força dela já opera em nós e opera no mundo. Com a âncora da esperança, trazemos para o hoje, para o nosso presente o eterno, o céu”. De acordo com Moysés, a esperança está profundamente ligada com a oração, que traz a força da ressurreição para dentro do mundo.

A força da ressurreição

Moysés ainda afirma que faz parte da força da ressurreição um amor divino que não pode ser contido em um túmulo. Por isso, ele convida a todos ao fim deste tempo de isolamento, ao sair de casa, não voltar para a vida velha, mas assumir uma vida nova.

Para ter acesso a essa força da ressurreição, o missionário afirma que é a fé o acesso que nos dá a experiência com a ressurreição de Cristo. “Deixemo-nos alcançar, experimentar, ser possuídos por Cristo e pelo poder da sua ressurreição”, convida.

Efeitos da ressurreição

Moysés comenta também alguns dos efeitos da ressurreição, como a justificação – o homem que foi recriado para Deus, não vive mais para si mesmo, mas para Deus e para os outros. A regeneração do homem, segundo Moysés, a regeneração no cotidiano da vida que vai por meio da união da vontade humana com a de Deus vai configurando o homem a Jesus e assim santificando-o. E, por fim, o envio missionário. O convite a testemunhar com palavras e com a vida a ressurreição de Jesus.

“Saiamos deste tempo novos, recriados, ressuscitados com Cristo, apaixonados por Ele. Voltemos ao primeiro amor por Ele, supliquemos a esponsalidade que arde nosso coração. Reconhecidos da nossa pequenez refletiremos melhor a ressurreição de Cristo”, convoca Azevedo.

Assista na Íntegra

Meditações para a Semana Santa

Neste ano, as nossas meditações para a Semana Santa tomaram como ponto de partida Gl 2,20: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim. Minha vida presente na carne, vivo-a pela fé no Filho de Deus que me amou e se entregou a si mesmo”. A partir desse versículo, desejamos aprofundar a nossa experiência com a graça, como vida divina em nós neste tempo de Páscoa.

A evangelização não pode parar, doe agora!

Doação de R$ 10,00 | Doação de R$ 20,00 | Doação de R$ 40,00

Lydiana Rossetti


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *