Notícias

Moysés Azevedo a missionários: “enxergar a obra de Deus com olhar sobrenatural”

Moysés Azevedo, fundador da Comunidade Shalom, iniciou nesta terça (11) a tradicional visita anual às casas de formação da Comunidade de Vida Shalom.

comshalom

O Fundador da Comunidade Shalom iniciou na tarde de ontem (11), a visita aos Discipulados, casas de formação dos membros da Comunidade de Vida. Os locais são marcados por profunda espiritualidade e recebem missionários de todas as partes do mundo anualmente. Os membros em formação da Comunidade optam livremente por viver este período, considerado essencial para a confirmação da vocação de cada um.

O estado do Ceará conta com quatro casas de formação, casas com estrutura para a recepção de dezenas de pessoas, que vivem um ano de oração, serviço e escuta atenta à voz de Deus. Os missionários se comprometem neste tempo a viver a pobreza, obediência e castidade, de acordo com os Estatutos da Comunidade Shalom, aprovados pelo Papa Bento XVI no ano de 2012, e colaborar com a missão dos formadores.

Também são atividades dos discípulos oficinas que contribuem para a manutenção financeira da casa, a participação em cursos de idiomas para favorecer a vida missionária, além de aulas relacionadas à Doutrina da Igreja, às Sagradas Escrituras e à Espiritualidade da Comunidade. Os discípulos possuem formadores, membros mais antigos da Comunidade que se dispõem a ajudá-los no processo de amadurecimento espiritual, humano e vocacional que é iniciado durante o ano proposto.

As casas de formação estão situadas nas cidades de Quixadá, Pacajus e Eusébio (com 2 casas) e são locais que favorecem o silêncio e a vivência dos sacramentos.

Visita ao Discipulado de Eusébio

No primeiro dia de visita, Moysés foi ao encontro dos missionários do Discipulado de Eusébio, e ressaltou a importância do tempo extraordinário que os formandos vivem, que, segundo ele, deve ser permeado por um olhar de profunda gratidão, especialmente neste final de ano, período de conclusão do ano formativo. O fundador ressaltou ainda que “o discipulado é um tempo no qual os membros em formação devem permitir que o Criador lance um olhar sobrenatural em suas respectivas histórias de vida, para que depois deste período, cheios da graça e da misericórdia, eles possam em tudo cooperar com a obra de Deus e sejam enviados em missão”.

Testemunho

Para Érica, discípula natural da cidade de Santos (SP) e que se dispôs a viver o ano formativo, as palavras de Moysés em relação à importância de perceber a condução de Deus na vida de cada membro foram as que mais marcaram a sua visita pastoral. Segundo ela, o fundador foi enfático ao lembrar a graça de Deus que permeia a história humana, lembrando da seguinte frase de São João da Cruz: “eu seria o mais pobre dos homens se não percebesse através das mãos dos homens a mão de Deus conduzindo a minha vida.” A discípula lembrou ainda que Moysés deixou aos membros em formação quatro importantes pontos que são características de um período de discipulado, que são:

  1. Oração;
  2. Vida fraterna;
  3. Autoconhecimento;
  4. Vida missionária.

Csabai Barnabás, missionário húngaro que acompanha todas as visitas pastorais com o fundador, ressaltou que os discípulos receberam Moysés com muita alegria. “É uma experiência renovadora. Cada vez que eu venho aqui no discipulado eu me sinto revigorado, renovado com eles, pelo desejo de santidade que eles têm”, comentou.

Moysés esteve no Discipulado de São José nesta quinta (12) e ainda visitará o Discipulado de Pacajus no dia 18 e o Discipulado de Quixadá no dia 19. Em todas as casas, os discípulos terão, com o fundador, momentos de pregação, convivência e a vivência da Santa Missa.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *