Notícias

Nós vimos o Senhor

No olhar de Deus se encontra o sentido da vida e o Halleluya nos devolve a experiência com osolhos Daquele que sempre nos amará.

Que noite! Foi dia de ver o Senhor! Dia de vê-Lo desde o percurso para o Festival Halleluya, no trânsito fora do normal, na correria para chegar logo e achar um lugar para ficar. Vê-lo no mar de gente que se espalhava e se espremia na arena que sempre fica pequena, mesmo sendo tão grande.

Dia de olhar e ser olhado por Aquele que não desiste de nós. Por Aquele que não desiste de enxergar além e de acreditar naquilo que ainda não vemos. No palco, dia de ver gente como a gente, que também não desistiu do que Deus viu, que são porta-vozes do amor que vence batalhas, imagens que refletem o Amor de Deus.

Não vimos uma sequência de shows, vimos uma sequência abundante de graças sendo derramadas sem medida ou restrição. Vimos o Senhor nos encontros inusitados, na alegria dos abraços, na solidariedade das doações de sangue, no clima de amizade de quem nunca se viu antes, mas que divide seu lanche, sua barraca e suas madrugadas de festival.

Vimos o Senhor na alegria da festa que não acaba e vimos também na esperança daqueles que buscam resgatar esse brilho nos olhos que se perdeu, que só Deus, só Deus pode devolver. No olhar de Deus se encontra o sentido da vida e o Halleluya nos devolve a experiência com os olhos Daquele que sempre nos amará.

Denise Landim


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *