Notícias

“O celibato trouxe o sentido de plenitude para a minha vida”, afirma consagrado da Comunidade de Aliança

“Eu experimentei a mesma paz e a mesma alegria que vivi no dia do meu Seminário de Vida no Espírito Santo”.

comshalom

O chamado de Deus é irresistível e por isso o coração só sossega quando estar verdadeiramente na vontade do Senhor. É essa santa inquietação que faz a alma buscar todos os dias os planos e sonhos de seu Amado. Nesse sentido, não é difícil encontrar alguém que esteja trilhando um caminho específico para descobrir a sua vocação. Há também aqueles que buscam dar passos mais firmes em relação ao estado de vida que Deus reservou para cada um deles.

Foi essa experiência que Edson Pereira, missionário da Comunidade de Aliança, viveu nos últimos tempos. Edson esteve, durante um período, em missão como Comunidade de Vida e, há alguns anos, chegou a Fortaleza (CE), onde mora atualmente. Nesse meio tempo, ele ingressou na Comunidade de Aliança, consagrou sua vida a Deus e, no final do ano passado, professou seus primeiros votos no celibato pelo Reino dos Céus

“Fiz várias experiências e a mais importante, nesse tempo, foi a descoberta do meu estado de vida. O celibato trouxe uma grande alegria, uma grande paz, uma grande ordem, um grande sentimento de perecimento a Deus, à Comunidade e à humanidade”, testemunha Edson com entusiasmo. O jovem também conta que, ainda no caminho de discernimento, começou a ter um sentimento de plenitude muito grande. Ele destaca que muitas coisas mudaram em sua vida.

Edson pensava que ao dizer “sim” ao celibato teria que lidar com uma grande solidão e angústia muito forte. Mas, durante o processo de discernimento, ele percebeu que não seria bem assim. Na verdade, seria completamente diferente. “Quando eu recebi o discernimento, eu experimentei de uma paz e de uma alegria profunda. Eu experimentei a mesma paz e a mesma alegria que vivi no dia do meu Seminário de Vida no Espírito Santo. E isso me levou a chorar de forma intensa.”

De acordo com o novo celibatário, as lutas e as fraquezas seguem presentes, mas ganham novo sentido. “O celibato trouxe o sentido de plenitude para a minha vida, para a minha oferta e para o carisma que Deus me deu”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *