Igreja

Papa Francisco: Que ninguém seja excluído da sociedade!

Por ocasião do 105º Dia Mundial dos Migrantes, o Santo Padre presidiu a Celebração Eucarística na Praça São Pedro e depois inaugurou e abençoou o monumento ao migrante “Angel Unwares”, com o objetivo de recordar a todos o desafio evangélico da acolhida.

comshalom

Antes de rezar o Angelus na Praça de São Pedro, ao final da Celebração Eucarística por ocasião do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, o Papa Francisco rezou pela paz na República dos Camarões, às vésperas do grande encontro de diálogo nacional, na qual estarão presentes líderes políticos e religiosos. O Santo Padre pediu orações para que os frutos desta iniciativa levem a uma paz “justa e duradoura”:

Amanhã, segunda-feira, 30 de setembro, será aberto nos Camarões um encontro de diálogo nacional para a busca de uma solução para a difícil crise que há anos aflige o país. Sentindo-me próximo aos sofrimentos e às esperanças do amado povo camaronês, convido todos a rezar para que esse diálogo seja frutífero e leve a soluções de paz justa e duradoura, em benefício de todos. Maria, Rainha da Paz, interceda por nós.”

Ainda em sua homilia, o Santo Padre disse: “Como cristãos não podemos permanecer indiferentes diante do drama das velhas e novas pobrezas, das solidões mais sombrias, do desprezo e da discriminação de quem não pertence ao “nosso” grupo. Não podemos permanecer insensíveis, com o coração anestesiado, diante da miséria de tantos inocentes. Não podemos não chorar. Não podemos não reagir. Não podemos não chorar, não podemos não reagir. Peçamos ao Senhor a graça de chorar, aquele choro que converte o coração diante destes pecados”.

Papa abençoa monumento ao migrante

Ao final da Missa, do adro da Praça São Pedro, o Papa reiterou o significado da Eucaristia celebrada por ocasião do 105º Dia Mundial dos Migrantes, ou seja, renovar não apenas a proximidade, mas também a atenção concreta da Igreja às diferentes categorias de pessoas vulneráveis.

Em união com os fiéis de todas as dioceses do mundo, celebramos o Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, para reafirmar a necessidade de que ninguém seja excluído da sociedade, seja um cidadão residente de longa data ou alguém recém-chegado.

Não esqueça a hospitalidade

Para enfatizar esse compromisso, depois do recitar o Angelus e passar entre os fiéis de papamóvel, o Santo Padre abençoou uma escultura intitulada “Angels Unwares“, criada pelo artista canadense Timothy Schmalz, graças à sugestão do padre Michael Czerny, subsecretário da Seção Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, que será criado cardeal no Consistório de 5 de outubro.

O tema desta obra faz referência à Carta aos Hebreus, que diz: “Não vos esqueçais da hospitalidade, pela qual alguns, sem o saberem, hospedaram anjos.” (Heb 13,2)

E Francisco explica o porquê de seu desejo de que a obra fosse exposta na Praça São Pedro:

Esta escultura, em bronze e argila, retrata um grupo de migrantes de várias culturas e diferentes períodos históricos. Eu desejei essa obra artística aqui na Praça São Pedro, para que recorde a todos o desafio evangélico da acolhida.”

Angels Unwares

O enorme pano que encobria a estátua foi removido com a chegada do Papa por uma família migrada da República dos Camarões, a quem o Papa abraçou e saudou. O Pontífice então se aproximou da obra colocada ao lado da Colunata de Bernini e visível a todos,  a toca e a abençoa. O artista canadense estava presente e explicou ao Papa, entre outras coisas, que trabalhou um ano inteiro para realizá-la.

“Angels Unwares”, realizada em tamanho natural, retrata um grupo de migrantes e refugiados, provenientes de diferentes contextos culturais e raciais e também de diferentes períodos históricos. Eles estão colocados lado a lado, ombro a ombro, em pé sobre uma espécie de balsa, com os rostos marcados pelo drama da fuga, do perigo e do futuro incerto. Em meio a esta multidão heterogênea de pessoas,  se sobressaem as asas de um anjo, como que sugerindo uma presença sagrada e protetora entre eles.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *