Shalom

Projeto “Shalom Amigo dos Pobres” continua no pós-pandemia

A Comunidade já discerniu que o Shalom Amigo dos Pobres vai continuar no pós-pandemia. “Vamos ampliar e formatar o serviço que já realizamos em Fortaleza há 20 anos na Casa São Francisco, que passará a ter um novo endereço”.

Projeto Amigo dos Pobres

O Shalom consolidou através do projeto Amigo dos Pobres durante a pandemia o  trabalho que a instituição faz com moradores de rua desde os anos 2000. A iniciativa que  surgiu como uma resposta de acolhimento e amparo aos mais vulneráveis dentre os vulneráveis neste período de desafio. A Comunidade já discerniu que o Shalom Amigo dos Pobres vai continuar no pós-pandemia. “Vamos ampliar e formatar o serviço que já realizamos em Fortaleza há 20 anos na Casa São Francisco, que passará a ter um novo endereço. Neste espaço teremos lavanderia ,refeitório, atendimento psicossocial e de saúde, além de trabalhos de empreendedorismo social com o objetivo de reinserir nossos irmãos que serão acolhidos”, adianta Jeovana Freitas, responsável pela Assessoria de Promoção Humana da Comunidade Shalom. 

Uma novidade que surgiu durante a pandemia é o “SOS rua”. “Trata-se de um trabalho realizado nas praças e ruas de Fortaleza, em locais onde estão concentrados esses nossos irmãos de rua. Fazemos uma primeira abordagem, vamos conversando, criando vínculo de amizade e enviando para comunidades terapêuticas, os casos relacionados à dependência química”, explica a assessora. Jeovana destaca que só neste período de atuação do Shalom Amigo dos Pobres, mais de cem pessoas foram encaminhadas para comunidade terapêuticas da Comunidade, obra Lumen e Fazenda da Esperança. 

Além dos trabalhos da Casa São Francisco, o projeto abrirá as casas Santa Teresa de Calcutá, na Parangaba e a Casa Santa Dulce dos Pobres, na Aerolândia. “No Brasil, o projeto Shalom Amigo dos Pobres tem sido implantado e ganhado impulso em Missões como a de Natal (RN), São Luís (MA), São Paulo (SP), Recife (PE), Goiânia (GO), Salvador (BA), Crateús, Juazeiro do Norte e Sobral (CE). Tem sido uma graça que temos visto transbordar em todas as missões. Este vínculo de amizade criada com os nossos irmãos mais pobres não para com a pandemia”, enfatiza Jeovana. 

Até o momento já foram distribuídas pelo Shalom Amigo dos Pobres mais de 3 mil cestas básicas, 40 mil refeições. Mais de 800 pessoas em situação de rua receberam orientação e mais de 100 foram encaminhadas para comunidade terapêuticas. O projeto é sustentado por parcerias com empresas e doações que podem ser feitas pelo site: amigodospobres.org

Assista ao documentário IGUAIS – Shalom Amigos dos Pobres

Baixe a revista Shalom Amigo dos Pobres, aqui


Comentários

[fbcomments]

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *