Shalom

Recomendações de Santo Agostinho para a boa vivência da Quaresma

“Durante estes dias se dedicam a orações mais frequentes e fervorosas” (Sermão 205, 2)

comshalom

Já estamos na terceira semana da Quaresma, e vimos muito sobre como viver este período, além de saber que a força é sobrenatural e as mortificações fortalecem o espírito. Não é a valorização do sacrifício por ele mesmo, mas pelo fruto de conversão e fortalecimento espiritual que ele traz. Ele é um meio, não um fim.

Este tempo é muito solene, como citou Agostinho: “Eu solenemente recomendo tempo para refletir mais seriamente sobre a sua alma e a penitência corporal que está chegando. Porque estes são os mais sagrados 40 dias ao redor do globo da terra em que a abordagem da Páscoa, todos, reconciliados com Deus em Cristo, celebrada com devoção louvável” (Sermão 209, 1).

Embora este seja um tempo de oração e penitência mais profundas, não deve ser um tempo de tristeza. Ao contrário, pois a alma fica mais leve e feliz. O prazer é satisfação do corpo, mas a alegria é a satisfação da alma. 

E como Comunidade Católica Shalom, neste ano, somos chamados  a sermos testemunhas autênticas e alegres do Ressuscitado que passou pela Cruz.

Santo Agostinho dizia que “o pecador não suporta nem a si mesmo”, e que “os teus pecados são a tua tristeza; deixa que a santidade seja a tua alegria”. A verdadeira alegria brota no bojo da virtude, da graça; então, a Quaresma nos traz um tempo de paz, alegria e felicidade, porque chegamos mais perto de Deus. 

Lutar contras as tentações

A primeira é a tentação, a luta e a tristeza, o segundo o triunfo e a alegria. “Desta vez, nossa miséria e gemido significa Quaresma antes da Páscoa, e os 50 dias dedicados ao louvor de Deus representam o tempo de alegria, felicidade descanso, da vida eterna, o reino sem fim que ainda chegou.

A paixão do Senhor é a nossa vez, nós somos. Os açoites, bofetadas, insultos, cuspir, a coroa de espinhos, o vinho com fel, o vinagre na esponja, insultos, insultos e, finalmente, o pingente de cruz em seu corpo, mas o que elas significam tempo vivemos, o que é triste, a morte, a tentação?

Esse é um tempo. Tempo feio, mas se usá-lo bem, o verdadeiro tempo. O que mais coisa feia adubação num campo? Era mais bonita antes de receber o estrume, mas foi pago a dar frutos. Feiura! Então, desta vez é um sinal, é tempo para nós fertilidade” (Sermão 254,5 ).

Dicas de Santo Agostinho

Na época da Quaresma sempre somos chamados à penitência e à conversão. É tempo de aprofundarmos nossa relação com Deus e com as pessoas, buscando corrigir nossos erros e vivenciar o perdão de Deus, como também perdoar às pessoas que nos ofendem. São exercícios necessários para os cristãos durante toda a vida, mas na Quaresma é quando o coração deve ser purificado, e Agostinho não se cansa de repetir que é um dos exercícios quaresmais que devem ser considerados.

Confissão

A melhor forma de vencer as provas é realizar uma confissão bem feita. Jesus instituiu a confissão na primeira aparição aos discípulos, no mesmo domingo da Ressurreição (Jo 20,22) dizendo-lhes: “a quem vocês perdoarem os pecados, os pecados serão perdoados”. Não há graça maior do que ser perdoado por Deus, estar livre das misérias da alma e estar em paz com a consciência.

“Não somos nós que transformamos Jesus Cristo em nós, como fazemos com os outros alimentos que tomamos, mas é Jesus Cristo que nos transforma nele. […] A Eucaristia é o pão de cada dia que se toma como remédio para a nossa fraqueza de cada dia.”

Leia também| Saiba como fazer um bom exame de consciência

“Recebei o sacrifícios das Confissões, por meio do ministério da minha língua, por Vós formada e que impelistes a confessar o vosso nome. Sarai todos os meus ossos e que eles clamem: ‘Senhor, quem há semelhante a Vós?’ Aquele que se dirige a Vós, de coisa nenhuma que nele se realize vos informa, porque nem o coração fechado se esconde ao vosso olhar, nem a dureza dos homens repele a vossa mão. Pelo contrário, àquela amolecei-la quando quiserdes, ou com a misericórdia ou com o castigo”, dizia Santo Agostinho a Deus.

Via Sacra e Eucaristia diária

Outra boa prática que a Igreja recomenda durante a Quaresma, uma vez por semana, é fazer a Via Sacra, recordando e meditando a Paixão de Cristo e todo o Seu sofrimento para a salvação da humanidade. 

>>Descubra onde surgiu a Via Sacra

A participação da Santa Missa é a prática de piedade mais importante da fé católica, e que dela devemos participar, se possível, todos os dias da Quaresma. Na celebração eucarística, estamos diante do Calvário, o mesmo e único Calvário. 

Na Eucaristia se encontram todas as forças.  Ao receber regularmente, o próprio Jesus que se entrega no pão consagrado. Ele é o alimento, a força que ajuda a fazer o bem e a dar a contribuição para a paz em famílias e no mundo em que vivemos. 

Renuncias e obras 

Quaresma tem um significado total, que pode ser resumido em renunciar desejos desordenados. “Nos é recomendado por nossa conduta, enquanto vivemos neste mundo, que se abstenham dos desejos do século, isso indica o jejum desta vez conhecido por todos pelo nome de Quaresma”(Sermão 270 , 3).

Agostinho também dá grande importância para a execução de obras de misericórdia, e dedica um sermão quaresmal ao perdão das ofensas. O homem que odeia é uma prisão escura para si mesmo, seu coração é a sua prisão. Por esta razão, ele diz as palavras de João: Aquele que não ama seu irmão ainda está nas trevas (Jo 3, 15 ).

>> Confira o que são obras de misericórdia

Oração, jejum e caridade

A ocupação deste tempo é resumido na meditação da Palavra de Deus, em penitência, jejum e as obras de misericórdia significava particularmente corpo. A Igreja recomenda mais oração para este tempo: “Durante estes dias se dedicam a orações mais frequentes e fervorosas” (Sermão 205, 2). O objetivo é alcançar a humildade e contrição dos pecados, ou o que ele chama de santo “esforçar-se gemidos” (em gemitu laborare).

 “Temos que dar esmola, o jejum e a oração para superar as tentações do mundo, a vida as obras do diabo, as sugestões da carne, a turbulência temporária e todos os tipos de violência física e espiritual” (Sermão 207, 1)

Demonstre amor em tudo que fizer

“Se tu manténs o silêncio, faz isso por amor; Se gritas, fá-lo por amor; Se corrigires, corrigirás com amor; Se perdoares, perdoarás com amor; Se evitas punir, faz isso por amor. Cultiva em ti a planta do amor, pois dela só poderá vir o que é verdadeiramente bom. Por amor. Quem ama nunca faz o mal, e é para o bem que nascemos.(Confissões)

Ao descrever a Paixão de Cristo em uma palavra, Agostinho afirma que seria “amor”. E esse mesmo amor que Jesus demonstrou por cada um na cruz, deve ser o amor praticado por todos nós em tudo que fizermos e a todas as pessoas. “Façam tudo com amor”.

Assim podemos viver bem a Quaresma e participar bem da Páscoa do Senhor, enriquecendo a nossa alma com as suas graças extraordinárias; podendo ser melhor e viver melhor.

Com informação Pe. Victor Capánaga,
Livro  Agostinho, mestre da conversão cristã

[Confira a página especial da Quaresma]

Planner de Quaresma 2022

 Quer viver melhor a Quaresma? Baixe já o Planner minha Quaresma e trilhe esse caminho de conversão com segurança!  [CLIQUE AQUI].

Meditações para a Semana Santa

A cada ano, a Comunidade tem lançado um novo número da coleção Meditações para a Semana Santa, que traz sempre reflexões à luz da Palavra de Deus e da Doutrina da Igreja, inserindo o fiel batizado no mistério central da fé católica: a Paixão, a Morte e a Ressurreição de nosso Senhor Jesus Cristo. 

Esse tempo litúrgico deve ser vivido com a devida atenção ao seu espírito próprio, aos mistérios e conexões com nossa vida, gerando uma renovada conversão pessoal. Além disso, é tempo de reunir toda a Igreja e celebrar de forma intensa a razão da fé católica: Cristo se entregou por cada homem e vivo está.

[Adquira o E-book com as meditações para a Semana Santa 2022]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.