Institucional

São Valentim, o clandestino do amor

comshalom

Falar de amor em época de guerra não é fácil, ainda mais quando um imperador romano proíbe os casamentos. Isso aconteceu no século lll, a mando de Claudio ll, por acreditar que jovens solteiros e sem laços familiares seriam excelentes soldados nas frentes de batalhas. Porém, mesmo em tempos difíceis, a misericórdia divina fez prevalecer o amor, por meio de Valentim.

Se opondo a essa norma romana que perseguia os cristãos na idade média, o religioso violou o decreto imperial, concedendo as bênçãos matrimoniais a jovens noivos de forma clandestina e em sigilo absoluto, arriscando sua própria vida.  E assim aconteceu. O santo mártir foi preso e decapitado no dia 14 de fevereiro por volta do ano 270.

Enquanto estava preso, conta-se que muitos jovens jogavam na cela de São Valentim bilhetes e flores como um sinal de que ainda acreditavam no amor. O bispo é considerado santo da Igreja e padroeiro dos namorados por ter defendido com sua vida o sacramento do casamento e a fé no amor.

São Valentim,  patrono do amor e reconciliador dos casais enamorados, em sua sabedoria comparava as diferenças da relação com as rosas e dizia: as rosas são lindas, perfumadas, delicadas, mas tem espinhos. E elas não vivem sem espinhos. Assim também são as diferenças entre o casal. É preciso conhecê-las, respeitá-las e tratá-las com delicadeza para que nenhum dos cônjuges seja ferido. Agindo assim, serão felizes e as brigas desaparecerão. ”

 

Oração a São Valentim

“São Valentim, que semeastes a bondade, o amor e a paz na Terra, sede meu guia espiritual. Ensinai-me a aceitar os defeitos e as falhas do meu companheiro e ajudai-o a reconhecer as minhas virtudes e vocações. Vós, que compreendeis os que se amam e desejam ver a união abençoada por Cristo, sede nosso advogado, nosso protetor e nosso abençoador. Em nome de Jesus, amém! ”

Angela Barroso


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *