Shalom

Shalom em Paris: uma pequena chama para uma nova obra

O Café Chez Moi é o centro de nossas atividades evangelizadoras, no espírito de uma “cultura do encontro”.

Foto: Unsplash

No dia 4 de outubro de 2017, dia de São Francisco de Assis, os primeiros missionários da Comunidade Católica Shalom chegaram ao coração da 20ª região administrativa de Paris, perto da Igreja de Nossa Senhora da Cruz, em Ménilmontant.  É um bairro muito animado da capital, acima de tudo graças à sua diversidade de estilos de vida e às diferentes origens das populações que lá habitam.

O Café Chez Moi, administrado pela Comunidade Shalom desde janeiro de 2018, oferece um ambiente acolhedor e criativo, cheio de especialidades brasileiras como tapioca e sucos de frutas tropicais.  Mas mais do que isso, o Café é um lugar acolhedor, como uma interface bastante neutra, onde é possível receber pessoas que não necessariamente vão à Igreja. O Café Chez Moi é o centro de nossas atividades evangelizadoras, no espírito de uma “cultura do encontro”.

É no Café (e na sua pequena capela) que a capelania dos jovens estudantes da paróquia é acolhida e animada todos os domingos depois da missa.  Para o grupo de louvor de quarta-feira é necessário um espaço maior, o coro da igreja. A evangelização também acontece nas ruas do nosso bairro e, além disso, criamos um grupo de oração Shalom em Massy, uma cidade na região de Paris. Nossa missão é ser discípulos e ministros da paz para a evangelização das pessoas de hoje.

Em 15 de abril de 2019, toda a França e o mundo ficaram chocados com o incêndio que destruiu a torre e o teto da Catedral de Notre Dame. Durante o trabalho do Corpo de Bombeiros para salvar a Igreja, visitada por 13 milhões de pessoas todos os anos, os fiéis permaneceram em oração, em casa, mas também publicamente. Como missionários nesta terra, observamos o debate sobre a importância histórica e religiosa desta Igreja no coração de Paris, e podemos dizer no coração da Europa.

São mais que pedras, concreto e madeira, ou obras de arte, até mais que relíquias sagradas. Simboliza a fé do primogênito da Igreja. Nas palavras do Arcebispo Mons. Aupetit: “Estas pedras são o testemunho de uma esperança invencível que, com o talento, a coragem, a genialidade e a fé dos construtores, levantaram este luminoso monumento de pedras, madeira e vidro. Essa fé continua sendo nossa. Ela é quem move as montanhas e reconstruiremos esta obra-prima”.

Essa fé e esperança “ardentes”, pelos próprios fatos, podem ter diferentes significados. Sentimos que devemos conceber um significado pascal e missionário: a vitória de Deus depois de seu aparente fracasso. “Destrua este templo e o reconstruirei em três dias.” (Jo 2, 13-25);  a reconstrução do Templo, solicitada por Deus ao povo após o exílio na Babilônia: “Suba às colinas, pegue madeira e monte a casa; e desfrutarei disso e serei honrado, diz o Senhor.” (Ageu 1, 1-15); a reconstrução da Igreja solicitada por Jesus a São Francisco de Assis: “Francisco, vai reconstruir a minha casa que, como vedes, cai em ruínas”.

Fundada em Paris e tendo-a como modelo, a missão Shalom sente o mesmo chamado de São Francisco para contribuir com a Igreja para a ressurreição da fé nos corações dos franceses.

É neste espírito que a Igreja de Paris sobreviveu aos choques de muitas revoluções e perseguições, deu muitos santos à Igreja e enviou missionários e mártires ao mundo. É também neste espírito que a Comunidade Shalom quer ser um sinal de paz, de ressurreição, do poder do Espírito para uma nova evangelização no coração do mundo.

Missão Shalom Paris

Tradução: Michele Maia


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *