Shalom

Só Deus é capaz de fazer o Festival Halleluya

Foto: Wilderlan Uchôa

Só Deus é capaz de fazer um evento com duração de cinco dias, 23 atrações e diversos espaços temáticos que recebem mais de um milhão de pessoas. Somente o amor de Deus pode explicar o Festival Halleluya. É um amor que quer estar cada vez mais perto daqueles que são amados. Os shows, os espaços, as novidades e tudo mais ganham sentido quando se contempla o desejo de Deus por cada um de seus filhos. Sim, por cada um de seus filhos. O amor de Deus é pessoal e por isso o Festival Halleluya não é pensado para um milhão de pessoas, mas para cada homem e para cada mulher que passam pela arena.

Nesta arena de 80 mil metros quadrados, durante a adoração, Jesus passa no meio dos seus, mas o lugar principal que Cristo deseja passar – e permanecer – é o coração de cada um. É no coração que a festa nunca acaba porque, ali, a alegria que não passa é experimentada. Essa alegria vem das músicas, que são verdadeiros hinos de louvor a Deus, e vem também dos momentos de oração vivenciados na confissão e no aconselhamento, oferecidos no Espaço da Misericórdia.

A experiência que mais marcou a universitária Gisele Farias, 21, foi uma confissão feita no Festival Halleluya há alguns anos. “Foi a melhor confissão da minha vida”, partilha a jovem. Segundo ela, esse momento foi um divisor de águas em sua vida. Isto é Halleluya: vidas transformadas pela misericórdia de Deus. Neste ano, Gisele veio de São Gonçalo do Amarante, Ceará, com seu grupo de oração em um dos sete ônibus organizados pela caravana do Município. É próprio de quem tem um encontro com Deus desejar que outros também vivam essa graça.

Vindo também de São Gonçalo, Matheus Rodrigues, 22, destaca que a adoração da segunda noite de Halleluya foi uma das mais fortes que já viveu. Ele comenta que a forte chuva que caiu no momento foi manifestação de Deus. “A gente viu que as pessoas estavam sendo tocadas de forma diferente”, conta. Para ele, a experiência foi um chamado a retornar ao caminho de Deus. Esse era o desejo do jovem Lucas Lima, 16, que veio ao Halleluya, depois de receber um convite da ex-namorada, pela primeira vez este ano. Deus sempre vai além das expectativas.

E segunda-feira?

De fato, daqui a pouco chega segunda-feira. E o que fazer? A melhor resposta é cooperar com a graça de Deus que quer crescer em cada um. Para isso, existe o Halleluya Quero Mais. O evento vai acontecer nos dias 5 e 6 de agosto em todos os Centro de Evangelização da Comunidade Católica Shalom em Fortaleza e Região Metropolitana. Esse encontro de fim de semana é mais uma ação de Deus em vista de amar os seus.

Jonas Viana


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *