Mundo

Terremoto no Irã e Iraque: Papa expressa seu pesar pela tragédia

O terremoto de 7,3 graus de magnitude, cujo epicentro foi perto da cidade curda-iraquiana de Halabjah, já aponta cerca de 400 mortes e mais de 6 mil feridos.

comshalom

Por meio de dois telegramas enviados pelo Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, o Papa Francisco expressou sua tristeza pelas vítimas do terremoto que atingiu diferentes regiões da fronteira entre o Iraque e o Irã na noite do domingo, 12 de novembro, provocando a morte aproximadamente 400 pessoas.

O terremoto de 7,3 graus de magnitude, cujo epicentro foi perto da cidade curda-iraquiana de Halabjah, já aponta cerca de 400 mortes e mais de 6 mil feridos. Estes números são provisórios, pois, à medida que as horas passam e realizam os resgates, aumenta o número de vítimas mortais deste desastre.

Na mensagem de condolências, o Cardeal Parolin indica que o Papa “está profundamente triste pelo forte terremoto” que atingiu o Irã e o Iraque.

Embora o terremoto tenha causado grandes destruições materiais em ambos os lados da fronteira, a maioria das vitimas mortais foi registrada na região iraniana.

Tanto no lado do Irã quanto no do Iraque, onde as infraestruturas estão gravemente danificadas depois de vários anos de guerra contra o Estado Islâmico, concentraram-se equipes de resgate das quais participam o Exército, a polícia, a Defesa Civil e os voluntários.

Também foram criados hospitais de campanha para acolher pessoas feridas dos hospitais, cujas instalações estão congestionadas.

Além do resgate de possíveis sobreviventes, a prioridade das autoridades civis é encontrar abrigo para milhares de pessoas que foram obrigadas a passar a noite na rua, devido aos graves danos causados ??em seus lares e pelo temor causado pelas constantes réplicas do terremoto que continuam ocorrendo.

Muitos edifícios desabaram e a maioria das estradas foi destruída, o que dificulta o acesso dos serviços de emergência às regiões montanhosas da região atingida.

Outro ponto de preocupação é a Barragem de Darbandijan no Iraque, onde os técnicos comprovaram que o terremoto provocou graves danos na estrutura da usina hidrelétrica.

Ante o temor de um desabamento, as autoridades iraquianas evacuaram todas as áreas de inundação perto da barragem.

Os telegramas indicam que o Papa afirma que rezará por todos os afetados pela tragédia “Ao expressar suas condolências a todos os que lamentam a perda de seus entes queridos, oferece as suas orações pelos falecidos e implora a misericórdia do Todo-Poderoso”.

Finalmente, o Pontífice invocou “a bênção divina aos feridos, às autoridades civis e aos serviços de emergência que participam do trabalho de resgate, a fim de que encontrem consolo e fortaleza”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *