Igreja

Três irmãos, de uma família de 12 filhos, abraçaram a vida religiosa em diferentes vocações; confira testemunhos

Os pais, Paul e Fiona Webb, criaram os filhos em Toowoombi, na Austrália, sempre os motivando a rezar o terço e também a ler sobre a vida dos santos.

comshalom

Nascidos em uma família de 12 filhos, três irmãos resolveram abraçar a vida religiosa. Trata-se de Isaac, Nancy e Nathan Webb. Recentemente, eles tiveram a oportunidade de se reencontrar devido aos primeiros votos de Isaac no noviciado da Ordem dos Frades Menores. Os pais, Paul e Fiona Webb, criaram os filhos em Toowoombi, na Austrália, sempre os motivando a rezar o terço e também a ler sobre a vida dos santos. Além disso, o casal era, para os filhos, um forte testemunho de vida sacramental. 

>> Acompanhe a Comunidade Shalom no YouTube

Isaac Webb, de 21 anos, após professar os primeiros votos como franciscano, seguirá estudando para se tornar padre. O irmão mais velho, Nathan Webb, recebeu o sacramento da ordem neste ano. Ele foi ordenado na Catedral de São Patrício no mês de junho. Já a irmã Nancy Webb era jornalista e decidiu deixar tudo para corresponder ao chamado de Deus na vida religiosa. Ela adotou o nome de Irmã Rose Patrick O’Connor.

O chamado vocacional dos irmãos à vida religiosa

O jovem padre Nathan conta que a oração era algo muito presente em sua casa. “Recitávamos as orações familiares todas as noites e esse era o pilar do nosso dia, quando toda a família se reunia para rezar… A origem da minha família realmente ajudou na minha vocação e a alimentou desde muito jovem. Eles me deram muito apoio quando entrei no seminário”, testemunha. 

Para Nancy, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), em Sydney, no ano de 2008, foi muito importante em sua caminha vocacional. Ela chegou a trabalhar como jornalista da emissora ABC, porém o chamado de Deus foi mais forte, sobretudo, quando ela recordava a frase de um folheto que recebeu na JMJ. As palavras “dar a vida para que outros possam viver” deixou uma marca indelével em sua mente e ela percebeu que era isso que ela queria fazer com sua própria vida.

Leia também | Dom Américo Aguiar convida jovens do Brasil para a JMJ Lisboa 2023

“A ideia de uma consagração total a Deus continuou puxando meu coração e nenhum dos sucessos na universidade ou na minha carreira poderia preencher esse vazio em meu coração. Senti que só poderia ser satisfeita pela oferta total de mim mesma, e é por isso que decidi seguir esse caminho”, diz Nancy, agora conhecida como Irmã Rose Patrick O’Connor na congregação das Irmãs da Vida, que fica em Nova York. Entretanto, Irmã Rose serve atualmente em uma missão na cidade de Toronto, no Canadá.

Já o mais jovem religioso da família, Irmão Isaac Seraphin OFM Cap., partilha a importância dos exemplos que teve no ambiente familiar.

“Meus pais foram exemplos excepcionais de fidelidade e amor, inspirando e apoiando minha vocação. O manto mariano sob o qual cresci também moldou meu “fiat”, e sou grato à comunidade do movimento de Schoenstatt por apoiar minha família e a mim nesta fé”, escreveu Isaac.

Continue lendo

JMJ 2023: Papa convida os jovens a partilhar os sonhos com outros jovens do mundo

Você sabe o que é JMJ?

Experiência missionária: Vamos juntos para a JMJ em Lisboa


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.